26 de mai de 2011


Volta e meia vemos anúncios de animais perdidos nas redes sociais, ou em nossa caixa de e-mails.
E como sempre a maior parte deles desapareceu de dentro de casa, por um descuido de alguém, que deixou ou o portão aberto, ou a janela, e por estarem dentro de casa, não estavam com identificação.
cao_perdido     gato_perdido


Nessas horas, o nervosismo, acaba por atrapalhar a busca pelo animal, então resolvi reunir alguns exemplos de como o tutor deve proceder para reencontrar seu animal;
1-Fazer um panfleto (que você mesmo imprime, em tamanho ofício) com as seguintes informações;
procurase_modelo
(click para ampliar)
Coloque no cartaz a palavra PERDIDO ou PROCURA-SE bem grande no topo, para chamar a atenção. Abaixo coloque uma foto boa do animal (dê preferência por foto colorida) e abaixo dela, coloque os dados e depois tirar xerox da folha, faça muitas, muitas cópias. Em geral é muito barato. Xerox colorida, sai pouca coisa mais caro, mas compensa bastante. Faça um folheto bem simples, com letras simples, para assimilação fácil e rápida.
2-De posse do panfleto, saia a procura do animal nas imediações em que ele desapareceu, aborde as pessoas na rua, e inclusive toque a campainha de casas que possuem animais, mostre a foto, pergunte se quer ficar com o folheto, deixe em postos de gasolina, farmácias e mercados. ( uma boa opção também é uma faixa em um semáforo de grande circulação de veículos.
3.Envie o panfleto por e-mail a seus amigos e as redes sociais, em especial para protetores e ONG’s.
4. Há na internet vários sites onde gratuitamente você cadastra seu animal desaparecido.
5. Dicas do site Cachorro Perdido, para quem perdeu seu cão, no final do texto.
E se você encontrou um animal na rua, pense que talvez ele tenha uma família que o está procurando, tente fazer amizade com o animal, alimente-o, abrigue-o. Se cada um fizer um pouquinho, esse mundo será bem melhor para se viver.
Se você tem um perfil em alguma rede social ou tem um blog, pode também ajudar animais a encontrar seus lares estejam eles perdidos ou esperando para serem adotados.
Uma dica é seguir no twitter o @cachorroperdido, que além de ajudar as pessoas a encontrarem animais perdidos, também auxilia na adoção de animais abandonados ou encontrados. E também no facebook. Basta clicar no botão "Compartilhar no Facebook" que aparece logo abaixo das fotos dos anúncios de procura-se do site http://www.cachorroperdido.com.br.
As explicações do porque os animais estavam sem identificação, são sempre as mais diversas; a coleira pesa, incomoda, não gosta, etc. Mas quando o animal desaparece…bate o arrependimento tardio.          
Portanto continuo sugerindo aos papais e mamães de peludos, que usem de qualquer artificio que os identifique, mesmo dentro de casa, pode ser até uma trança feita de barbante, com o telefone do seu veterinário escrito a caneta, ou as coleiras feitas por encomenda como as da foto abaixo, que também são feitas por artesãos, como os hippies em feirinhas de artesanato.
cachorroperdidonunca

Dicas para quem perdeu um cachorro (escrito por Cachorro Perdido.com)
Primeiro faça um círculo mentalmente em volta da casa onde o animal se perdeu, e cheque todos os lugares da região. Quanto antes você aplicar as medidas, mais chances de encontrar. As primeiras 24hs são fundamentais. Haja o que houver não desista nunca.
PROCURAR NA RUA, O QUE FAZER? Percorra todo o local a pé ou de carro, chamando o nome do animal.
Converse com todas as pessoas pelo caminho, e entregue folhetos com foto e dados do animal.
Procure informar carteiros, lixeiros, seguranças da rua, porteiros de prédios, motoristas de ônibus, pessoas que sempre andam pelo bairro. Inclusive peça ajuda ao carteiro para espalhar os panfletos (cartazes com foto) nas casas.
Coloque cartaz/ folhetos em todas as caixas de correio da região.
Vá em estabelecimentos do bairro com grande movimento e deixe cartazes, locais como padarias, mercadinho, igrejas, restaurantes, clínicas veterinárias, petshop, todos os locais possíveis.
Atenção especial para divulgação em clínicas veterinárias e pet shop, possivelmente tem grandes chances do seu animal passar por esse lugar, se for encontrado por alguém.
Pegue a lista telefônica, e faça um levantamento de todos os estabelecimentos da região, vá em cada um, e anexe o cartaz (com foto importante) e deixe avisado. Vá em TODOS os locais. E ligue sempre.
Espalhe cartazes por todos os postes que você encontrar, por toda rua percorrida. Atenção, pois em alguns dias, alguns cartazes podem ter sido rasgados, vá aos principais locais novamente.
Se possível coloque roupas com o seu cheiro e brinquedos do lado de fora da casa (se for possível), pois o odor pode percorrer grande distancia.
Notifique a polícia se achar que seu animal foi raptado.
Visite canis e abrigos da sua cidade. Sim são muitos e você deve ir em todos, faça um levantamento dos abrigos, leve o cartaz e visite pessoalmente, periodicamente. Principalmente os Centro de Controle de Zoonoses (ccz – conhecido como “carrocinha”) e Ligue sempre!
Utilize carro de som pelo bairro, e publique o desaparecimento no rádio e jornal.
Faça faixas e cartazes grandes, coloque uma faixa com foto na frente da casa, isso ajuda a mobilizar as pessoas.
Saia à noite também, período mais silencioso e chame pelo nome do animal. Fale com o máximo de pessoas, espalhe que há recompensa e não desista nunca.
Espalhar o cartaz com a foto e os dados do animal é fundamental. Porque muitas pessoas não conhecem determinadas características pela raça, e nem consegue visualizar o animal.
Coloque apenas as informações necessárias, coloque em tópicos, nunca texto corrido. Coloque o mais simples e mais direto possível, para as pessoas que andam e passam olharem e assimilarem na hora, além de não perder muito tempo para ler toda informação.  

O QUE VOCÊ PODE FAZER ATRAVÉS DA INTERNET
A Internet também é uma ferramenta ótima de busca.
Vá aos sites de busca (exemplo Google) e digite: perdido+nome do bairro Faça algumas buscas, que sempre aparece alguns anúncios de cães perdidos
Entre em todos os sites que tem animais achados e perdidos.
Faça um levantamento dos blogs de cães para adoção, sempre tem cães perdidos. Inclusive há sites específicos de animais desaparecidos. 
O que você deve fazer no orkut, no facebook, twitter é falar com o máximo de pessoas, entrar no máximo de comunidades e adicionar o máximo de pessoas possíveis.
O ideal é fazer um novo perfil para isso, um perfil para o animal desaparecido com fotos dele, e o cartaz no álbum. Entre em todas as comunidades da raça do seu animal, entre em todas as comunidades de animais perdidos, comunidades do bairro e da região.
Nas comunidades da sua região, adicione o máximo de pessoas da comunidade, pois depois você irá enviar o cartaz pela página de recados (scrap) para todos da sua lista de amigos.
Visite comunidades de adoção e doação de cães, e sempre visite os tópicos dos cães da raça do seu animal, e o tópico de perdidos. Mande recado com cartaz do seu animal para todos os seus amigos do orkut.
Entre nas comunidades, e faça tópicos iguais, e sempre entre pra visitar (mantenha no topo)
Deixe recados e fotos destrancadas, para permitir o máximo de ajuda.
Você pode inclusive com esse novo profile do orkut que você fez pro seu animal, escolher 3 amigos de confiança e passar (login e senha) para eles entrarem com o perfil seu e ajudar a espalhar pelas comunidades e adicionar as pessoas do bairro, enquanto você faz as buscas na rua.
Peça para as pessoas repassarem o cartaz para os amigos dela.
O cartaz pode ser igual ao cartaz colado na rua, mas em um tamanho um pouco menor.
Autor do texto: Cap. Spaike [Amizade, Lealdade e Proteção] 19/06/08  Estou disponibilizando esse texto para quem precisar, pois sei que muita gente não sabe nem por onde começar a busca, o que fazer.

Sobre Cães Perdidos
por Dra. Luelyn Jockyman - Médica Veterinária  (http://www.animaletto.vet.br)
Os cães são animais gregários. Ou seja, vivem em grupos. Quando fogem de casa, sentem-se desamparados, aflitos e desprotegidos. Assim como crianças pequenas, precisam de outra pessoa para lhes dar comida e abrigo, portanto, não vivem sem a presença humana. Este foi o resultado da domesticação dos lobos, criamos, com o passar dos anos, uma espécie totalmente dependente de nós, tanto emocionalmente, como fisicamente.
Isso significa que somos responsáveis pelo bem estar e sobrevivência dos nossos cachorros. Quando um cão foge de casa, 90% das vezes é culpa do dono. Um quintal bem fechado, um portão com tranca, fazem parte do que chamamos de posse responsável. Além disso cães machos tendem a fugir para marcar território, então eu recomendo castrá-los com cerca de 10 meses de idade para inibir esse comportamento.
Mas no fim de ano, não são fugas normais que prevalecem. Nem na época dos temporais. Alguns cães sofrem de fobia de fogos ou sons altos. Nesse caso, apresentam um medo exacerbado e irreal de estouros, que para eles, parecem uma ameaça de vida real. Sentem que, se não fugirem, podem realmente morrer.
Como muitos proprietários viajam nessas épocas de festas e férias, os cachorros ficam desprotegidos, sozinhos em casa, e em pânico. Fogem para procurar seus donos ou um local em que supostamente se sentiriam mais seguros. Nenhuma cerca vai prender um cão apavorado nesse grau. A família, que deveria estar perto nessa hora, não está ali, e ele não tendo para quem pedir socorro, sai correndo sem rumo.
Existem alguns fatores que podem determinar para onde e quão longe o cão pode fugir, entre eles o comportamento das pessoas na rua, e a personalidade do cão. Para podermos achar um cão perdido devemos levar alguns fatores em consideração.A maneira como o cão reage a pessoas estranhas determina até onde ele irá chegar, por exemplo. Um cão manso e alegre, do tipo que abana a cauda para todo mundo, tem mais chance de parar de fugir assim que avista um ser humano na rua. Esse tipo de cachorro, normalmente é recolhido por alguém próximo ao local da fuga, e facilmente adotado, não irá vagar muito tempo sem rumo.
Já os cães assustados evitarão contato humano inicialmente. Com o passar dos dias, por causa da fome, tendem a diminuir o medo de pessoas estranhas e procurarem comida perto das casas. Mas, como tem essa atitude anti-social, muitas pessoas podem pensar que não tem dono, ou foram abandonados de propósito, porque passam muitos dias sem comer, e sem um teto, desenvolvendo uma aparência de maus-tratos, magreza e doença. São cachorros que podem ficar meses vagando, e mesmo assim ter um dono.
Os cães que tem fobia de pessoas, porque foram mal socializados quando filhotes, não saíram muito de casa, e são meio ?caipiras?, tem maior probabilidade de serem mortos ou atropelados. Eles vão correr o mais longe que puderem, pois tudo e todos vão parecer ameaçadores. A chance de serem recuperados é muito pequena.
A situação em que ocorreu a fuga também é importante para avaliarmos a possibilidade de resgate. Se o cão escapou por um portão mal fechado, cavou um buraco na cerca, ou pulou o muro, provavelmente sentiu um cheiro e decidiu segui-lo. Não irá muitas quadras para frente, com certeza, e tende a voltar logo. Os animais que tiveram um ataque de pânico, sempre vão correr alguns quilômetros antes de cansarem, ou encontrarem abrigo.
O clima também determina quão longe o cachorro vai andar. Num dia muito quente, ou um temporal, vai percorrer muito menos terreno que num dia mais fresco ou a noite.

A aparência do cão vai determinar se ele será resgatado mais rápido ou ignorado. As pessoas tendem a salvar cães de raça pura e pequenos, que são mais fáceis de colocar no colo. Um Pit Bull perdido provavelmente não vai ser levado para casa devido a sua fama de agressivo. Da mesma forma um vira-lata andando no meio- fio será ignorado, pois as pessoas podem pensar que se trata de um cão que mora nas redondezas e está dando uma volta, ou que realmente não tem dono.
Mas, para recuperar um cão é importante prestar atenção em alguns erros fundamentais que as pessoas cometem. Não dá para sentar e ficar esperando para ver se o cão volta ou alguém acha e devolve. As primeiras horas são muito importantes, e devem ser feitas buscas em mutirão. É quando realmente o cão está por perto. Perguntar para todo mundo na rua se viu o fujão ajuda a dar pistas do itinerário que este adotou.
Faça um plano de busca com amigos e ponha em prática nas primeiras 24 horas. Se não achar seu cão, visite todas as clínicas veterinárias da cidade, levando fotos, se possível, e descrevendo com detalhes a aparência do cão. Ofereça recompensas em dinheiro, isso mobiliza a comunidade (infelizmente). Coloque faixas e cartazes em vias expressas. Não fique limitado ao seu bairro, abranja toda a região, já que um visitante de passagem pode ter se sensibilizado e pego o animal. Pense o seguinte: em algum momento o cão terá que ir ao veterinário durante a vida. Se for um cão que precisa de tosa, como um poodle, avise todos os pet shops. Se for um vira-lata, pense bem, provavelmente ninguém vai roubá-lo, então ou ele ainda está vagando ou foi recolhido por alguém, e cabe, ao dono tentar recuperá-lo.
Para quem encontra um cão, lembre-se: todo o cachorro de raça perdido tem dono. Você pode até recolhe-lo, mas vai ter que tentar achar o proprietário. Se for um vira-lata, preste atenção se ele não é um desses cães que só está dando mesmo uma voltinha rápida. Siga-o por um tempo, caso contrário, você pode capturar um cão que não fugiu de casa.
Todos os cães se acostumam a novos lares, desde que bem tratados. Mas jamais esquecem seu lar antigo. Podem inclusive desenvolver problemas sérios de ansiedade. Pense que se você achou um Labrador na rua, o dono deve estar desesperado atrás dele. Mas faça sua parte, avise a todos que está com o cão. Também cabe ao proprietário o interesse em procurá-lo, senão não é amado o suficiente, e realmente merece uma nova casa.

26 de mai de 2011
comments powered by Disqus

Comentário(s)

2 comentários:

  1. minha calopisita desapareceu dia 20 hoje com 6 dias ainda não conseguir encontrá-la peço quem estiver com ela que me devolva dou uma recompensa tel.4244.1615 me ajudem tô muito triste obrigada a todos

    ResponderExcluir
  2. minha calopisita desapareceu dia 20 hoje com 6 dias ainda não conseguir encontrá-la peço quem estiver com ela que me devolva dou uma recompensa tel.4244.1615 me ajudem tô muito triste obrigada a todos

    ResponderExcluir