4 de jul de 2012

 

Jovem que afirmou ter matado cachorro em rede social pode ir preso

Essa semana houve a ampla divulgação do caso de um rapaz que admitiu no Facebook ter envenenado um cão com chumbinho.

anuncioutvglobonaocompro

Uma cópia da página dele correu internet à fora por todo o Brasil nos mais diversos fóruns de defesa dos Direitos dos Animais causando revolta em milhares de brasileiros. Para piorar a situação, a moça envolvida nas imagens correu em defesa do autor da nota, ofendendo ativistas dos direitos animais com tom desrespeitoso e palavras de nível questionável.

Acompanhando a jornalista Danubia de Souza (da RIC Record), a representante da APRABLU, Bárbara Lebrecht, foi conversar com o delegado Waldir César Padilha – da 1º Delegacia de Polícia – sobre o caso, que deverá começar a ser investigado pela Polícia Civil.

As autoridades investigarão a veracidade do caso.

Se Diogo Campos Lopes (18 anos) apenas estava brincando – como tem alegado – responderá pelo ato de apologia ao crime. Mesmo que fosse menor de idade, os pais seriam responsabilizados.

A amiga do jovem, Letícia Philipps (19 anos), também deverá ser investigada por envolvimento no caso, além de sua clara demonstração de interesse em tirar a vida de um animal e também poderá responder por algumas afirmações hostis feitas contra ativistas no Facebook.

A jornalista Danubia conversou com o próprio Diogo – o autor da mensagem – em uma matéria que foi ao ar às 19h15’ na RIC Record na qual ele diz que tudo não passou de uma brincadeira. Brincadeira ou não, agora Diogo está sendo investigado pela Polícia Civil por maus tratos contra animais ou por apologia ao crime.

Para Bárbara é fundamental que a polícia descubra os locais onde o chumbinho ainda é vendido com facilidade e lacrem, para impedir futuros crimes.

Uma vez mais a excelente polícia de Blumenau faz um trabalho exemplar para todo o Brasil como o apoio fundamental da APRABLU e da Danubia de Souza, bem como da RIC Record. Se todos os crimes contra animais fossem tratados com essa seriedade, o número de maus tratos praticamente zeraria em poucos anos.

Em tempo, é válido dizer que considerando a aprovação do anteprojeto do novo Código Penal, Diogo pode pegar de um a quatro anos de cadeia se ficar provado que de fato ele assassinou o cachorro de algum de seus vizinhos ou mau tratou qualquer animal que seja!

Fonte: Blumenau News

4 de jul de 2012
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário