8 de jul de 2013

Os ataques de tigres em Sumatra aumentam à medida que as plantações de dendezeiros e as plantações de palma e da extração de celulose, e que as empresas destroem as florestas e reduzem o habitat natural dos felinos e os empurra em direção a áreas habitadas.

filhote_tigre

Estima-se que o parque, com uma superfície de cerca de 8 mil km², acolha pouco mais de 100 tigres de Sumatra dos 500 de exemplares que vivem em estado selvagem. A densidade da selva do parque nacional de Leuser, no norte da ilha Sumatra, é um território também povoado por orangotangos e elefantes.

Os problemas começaram quando 6 homens, que buscava madeira aromática na floresta de Leuser para a elaboração de perfumes e incenso e de alto valor comercial, matou um filhote de tigre por acidente (acidente ???).

O grupo, formado por moradores de Simpang Kiri, na província de Aceh, ao norte da ilha de Sumatra, entrou na quinta-feira no parque.

Os homens dizem que entraram no local para colher madeira aromática, utilizada para a fabricação de perfumes e incenso e que cresce na floresta do parque natural no qual habitam espécies protegidas e ameaçadas como tigres, elefantes e orangotangos. "Cada vez é pior porque os tigres esperam os moradores. Mas as pessoas continuam entrando na floresta porque esta madeira é muito cara. Este é o risco".

O sexto membro do grupo também subiu em uma árvore para se proteger, mas o galho em que estava se partiu e caiu no chão.

No mesmo dia, os moradores os localizaram mas decidiram se abrigar após verem quatro grandes tigres ao pé da árvore. Somente após 4 dias, o grupo de homens foi resgatado da árvore.

Mas para os tigres, os elefantes, e os orangotangos, não se sabe quando ocorrerá o verdadeiro resgate de seu habitat.

TIGRE-SUMATRA

8 de jul de 2013
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário