15 de mai de 2014

O vídeo de uma gata salvando um garoto de um ataque de um cão, rendeu-lhe o título de “A Gata Heroína do Ano”, tem levantando muito a moral dos felinos pelo mundo, e em contra-partida fazendo com que, o até então “melhor amigo do homem”, virasse o vilão da história, que começa muito antes dos minutos gravados pelas câmeras de segurança.

Vide Atualização do Caso: Explicações e Petições Contra a Eutanásia do Cão que Atacou Menino Salvo pela Gata

"Quem disse que os gatos não amam seus donos!" que morda a língua agora.

Tara, a gata vivia em um parque próximo a residência da família Triantafilo. Num belo dia, a gata resolveu segui-los até a casa, e resolveu adotá-los como sua família. Mas Erika Triantafilo, a dona da casa era alérgica a gatos.

Gata que Defendeu Menino de Ataque

Eles lhe deram o nome de Tara por causa de 'Zatara, o nome dado por Edmond Dantes em ‘O Conde de Monte Cristo’ para contrabandistas. Ela contrabandeou-se para a nossa casa. Ela é incrível. "

Ela disse que quando os meninos eram bebês, Tara sempre se deitava próximo ao berço e lá ficava horas vigiando-os enquanto dormiam, e hoje apesar de seus três filhos pequenos, puxarem as orelhas e o rabo de Tara, ela se senta perto deles calmamente.. "Ela é a gata mais calma que você já viu". "Todos os nossos meninos amam ela ... e ela retribui todo esse amor”.

Jeremy, o menino atacado pelo cão é autista em grau moderado, disse: "Tara é minha heroína". Ele teve de levar alguns pontos por conta da mordida canina. A Família também tem um cachorro mestiço de porte grande que adotou há algum tempo.

O garoto de 4 anos, Jeremy, brincava com sua bicicleta no jardim de sua casa, quando o cachorro o surpreendeu, mordendo sua perna. O gato da família, vendo a cena, reagiu na hora e colocou o cão para correr.

A mãe do garoto, Erika Triantafilo, regava uma árvore quando ouviu os gritos dele. "Eu não havia percebido o que aconteceu até meu marido me mostrar na câmera de segurança". 'Aquele cachorro nem sabia o que o atingiu.

O vídeo mostra quando o cachorro do vizinho, de apenas oito meses de idade, um macho  mestiço de Labrador com Chow-Chow, escapou de sua casa através de um portão aberto e mostra o cão agarrando a perna do menino e puxá-lo para o chão antes de o sacudir violentamente.

Então, de repente, uma heroína improvável aparece- a gata da família, Tara. Destemida ela salta por sobre o cão com força suficiente para afastá-lo do menino. Tara então persegue o cão para longe da calçada.

O cachorro foi recolhido pelo Centro de Controle de Animais, onde vai ficar em quarentena. Se seus donos quisessem eles poderiam reabilita-lo; colocando o animal com treinadores experientes que afastariam esse comportamento violento dele, mas parece que eles não estão interessados, e parecem querer que o cão seja sacrificado.

Apesar de que….pensando bem..será que era mesmo um comportamento violento, afinal o cão só tem 8 meses, é um filhote, pode muito bem ter achado o menino era um brinquedo para morder….

Mas como existem muitos grupos de defesa de animais com experiência em reabilitação, acredito que estes devem intervir a favor do animal, e dar a ele uma 2a. chance.

Erika, a mãe do menino atacado disse no Facebook: "Nós não estamos chateados com os nossos vizinhos, nós estamos apenas agradecidos que o nosso filho não se feriu com mais gravidade ... Nossa gata é nossa heroína!"

g30e2200000000000000ec756b306fcc5f74868731370cd2f98e0d9be4d

Os proprietários do cachorro o entregaram voluntariamente para a cidade de Bakersfield Animal Care Center, de acordo com a diretora Julie Johnson.

O sargento porta-voz da polícia, Joe Grubbs disse que o cão vai ficar em quarentena por 10 dias e, posteriormente, será eutanasiado.

Fonte: BakersfieldCalifornian

Nota do Blog: Perguntei ao amigo Jorge Pereira do Núcleo Pet  e do Projeto 2a.Chance, já que ele é um dos melhores adestradores do Brasil, a opinião dele sobre o incidente, e a resposta dele,  leiam;


jorge-pereira

- “Olha Marli, vi o vídeo quadro a quadro, e me parece muito difícil esse cão ter apenas 8 meses, parece um cão bem formado... ele olha por baixo do carro, pode ter em um primeiro momento ter sido atraído achando ser outro cão o garoto na bicicleta, ele sai todo arrepiado pronto para briga. A falta de socialização e a mestiçagem com Chow pode explicar muita coisa relacionada ao ataque. Tem grandes chances de ser sacrificado já que o tutor não o quer mais, uma pena pois sabemos quem vai pagar pela negligência e tutela desse peludo!

15 de mai de 2014
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário