21 de jun de 2011

 

Junho se tornou o meu mês de cachorro.

junho_msd

 

No dia 3, conforme noticiado na ANDA, resgatei a mãezinha da passarela da ponte das bandeiras, com suspeita de tumor devido ao enorme tamanho de suas mamas, depois que os filhotes foram roubados.

No dia 4, uma idosinha, tremendamente assustada se refugiou em um arbusto ao lado do meu prédio.

resgates_junho01

 

Tanto a mãezinha quando a idosa ainda estão internadas, a mãezinha teve complicações e ficou febril vários dias e já foi castrada. A idosinha (8 anos), além da limpeza de tártaro, foi necessário a extração de dois dentes, e já estava castrada.

Dia 6 foi a vez de socorrer o Hulk, o cão dos moradores de rua, que ano passado já havia sido esfaqueado, e agora simplesmente não conseguia ficar em pé. Aparentando ter uma boa saúde encima dos seus 38 quilos, foi levado 3 dias seguidos a veterinária para diagnósticos e medicação.

resgates_junho02

Sem nenhuma fratura, ou sintoma de alguma doença, e a recuperação depois de algumas injeções de anti-inflamatórios, vitaminas, a suspeita foi a de que o cão havia ingerido algum tipo de droga.

Dia 20, o caso postado no facebook pela Protetora Raquel Rignani, chamou minha atenção e doeu o meu coração. O caso de duas mãezinhas embaixo do viaduto próximo ao mercado municipal de São Paulo.

Como há mais de um ano, tenho supervisionado os cães dos moradores de rua aqui do bairro, castrando, alimentando, vacinando, e resgatando quando necessário, consigo distinguir quando esses moradores realmente “cuidam” e quando “dizem que cuidam” de seus animais.

Passei a manhã inteira tentando achar um local que pudesse acolher esses duas mães e os nove filhotes, e só consegui uma hospedagem por dois meses com pagamento antecipado.

Contatei o Nico do Taxi-dog, e pedi que fosse busca-los, e avisei na página do caso, para que as outras pessoas que estavam se empenhando em ajudar no resgate dessas vidas, que eles seriam retirados da rua e levados para serem cuidados.

Para minha surpresa, muitas pessoas que até então postaram inúmeros comentários de como solucionar o problema das mães famintas e a mercê do frio e da chuva e de atropelamentos, optaram por deturpar o caso, inclusive dizendo que eu estaria invadindo a casa fictícia dos moradores de rua para retirar os cães, sendo que já havia sido escrito e testemunhado por outros, que estes não eram só pessoas pobres que estavam debaixo do viaduto. São alcoólatras 24 horas por dia, e que inclusive não deixam uma das mães ficar com os filhotes, que só podem mamar quando eles querem que eles mamem.

resgates_junho03

O caso é tão grave que somente foi possível resgatar uma mãe e seus três filhotes. Enquanto eu fotografava essa mãezinha, um dos filhotes começou a defecar e ela engoliu as fezes de tão faminta. Quando coloquei ração dentro da caixa de transportes para ela, e os filhotes começaram a cheirar a ração, ela passou a rosnar para os próprios filhotes tamanho o seu desespero por alimento. Isso porque ontem disseram que havia sido deixado ração para elas, mas pelo visto, os mendigos negociaram a ração delas.

Infelizmente a outra mãezinha e seus cinco filhotes que ainda nem abriram os olhinhos, não conseguimos retirar dos ‘nóias’, uma mulher armada com um facão deu um show ameaçando todos que chegassem perto dos animais, isso a tarde e agora a noite quando tentamos novamente foi a mesma coisa. Amanhã cedo será feito uma outra tentativa de resgate, não pretendo abandonar essa pobre criatura, por mais que uns e outros ‘ditos protetores’, prefiram optar pelos cuidados desse tipo de morador de rua que bebe, cheira e esfaqueia também.

Eu continuo a vender adesivos ‘EU FREIO PARA OS ANIMAIS”, para tentar custear os animais do bairro, e de alguns moradores de rua, então agradeço a todos que puderem comprar, ou colaborar de alguma outra forma para me ajudar a custear esses resgates e os outros já resgatados.

adesivo

21 de jun de 2011
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário