1 de jun de 2012

Desde que colocou a 1a. cauda artificial em 2007, à história de Winter (uma fêmea de golfinho que ganhou uma cauda artificial e sua luta pela sobrevivência), tem sido comercializada em formato de bichinhos de pelúcia, chaveiros, fotos, livros e agora também em DVD no filme “Winter – O Golfinho” , bem como em 3 apresentações diárias de segunda a segunda no Aquário Marinho de Clearwater, na Flórida-EUA.



Além desses produtos, também a visitação ao aquário que abriga Winter é cobrado, e conforme relatos de alguns ativistas, Winter é obrigada a dar 3 shows por dia, de segunda a segunda. Que ao invés de proporcionarem abrigo e carinho a Winter, seus treinadores são alheios as suas necessidades reais, e que não se trata de devolver Winter ao Oceano, porque ela não teria chances de sobrevivência, mas de dar a ela um verdadeiro abrigo, amplo e silencioso, onde ela não fosse obrigada a se contorcer para fazer shows.

Vejam o vídeo, e tirem suas próprias conclusões.
Winter, a fêmea de golfinho, tendo que se exibir em 3 shows diários no aquário que a abrigou

 A História
Em Dezembro de 2005, em uma lagoa próximo ao Cabo Canaveral, Winter, uma fêmea de golfinho de aproximadamente 2 meses foi encontrada agonizando. Ela estava imobilizada, ficou amarrada a linha da armadilha de caranguejos por aproximadamente 36 horas. A perda de sangue, os ferimentos, a falta de alimentação e a desidratação, tornavam improvável que um animal tão jovem nesse estado sobrevivesse.

winter_golfinho (1)
Mesmo assim as equipes de salvamento marinho mais próximas a região à resgataram, e dias depois numa última esperança de salva-la, ela foi enviada em uma viagem de 4 horas ao Aquário Marinho de Clearwater em Fort Lauderdale-Flórida

Batizada de Winter, devido ela estar totalmente gelada em pleno verão da florida, seu estado era tão grave, que era esperado que ela não sobrevivesse.

O começo de sua reabilitação foi iniciada. Devido a ficar presa, a circulação sanguínea cessou e sua barbatana caudal necrosou tendo que ser amputada, e duas  vértebras tiveram que ser retiradas de sua coluna. A maioria dos golfinhos que ficam enredados nas armadilhas de pesca, morrem durante o processo ou ao longo dele, devido a grave lesão que sofrem.Winter, por outro lado, apesar da previsão de que ela não iria sobreviver a sua dura provação, começou a melhorar após a amputação da cauda.
winter_golfinho (5)

Mas, este foi apenas o começo de uma história incrível de sobrevivência contra os perigos que muitos animais marinhos enfrentam como resultado da exploração da atividade humana por sobre os mares.

Mas com Winter, foi diferente. Seus cuidadores a ensinaram a ficar por sobre as boias, quando não estivessem segurando-a, já que ela não conseguia nadar e afundaria, sem poder respirar. Ela então começou a nadar em um padrão semelhante as cobras e aos peixes. Entretanto esse contorcionismo iria matá-la, pois seu corpo não suportaria esse movimentos constantes que acabariam por danificar sua medula espinhal.
winter_golfinho (8)
winter_golfinho (7)

Em 2006, o aquário que a abrigou anunciou planos para criar uma prótese da cauda biônico para salva-la da morte.

Apelos foram lançados para que as pessoas colaborassem arrecadando contribuições em dinheiro para que pudessem consultar especialistas em próteses para o desafio de criar uma cauda para Winter.

winter_golfinho (6)

Em agosto de 2007, Winter  experimentou sua primeira cauda artificial e somente após vários meses, usando a prótese, Winter voltou a nadar como nadam os golfinhos. Cada vez que Winter cresce ou engorda, é necessário fazer uma nova prótese. Até agora, ela já teve 16 caudas artificiais ao longo de sua vida, uma média de quatro ao ano.
winter_golfinho (2)







NOS CINEMAS
No filme, ela é a atriz principal da história sobre si mesma, e nas primeiras duas semanas de exibição nos EUA, desbancou até a bilheteria do "Rei Leão em 3D", apesar de que vários personagens fictícios foram acrescentados as cenas, como sendo um garoto, que encontra o golfinho em uma praia, e que é o próprio aquário que hoje a abriga que efetuou o resgate.

winter_filme

O filme não levou ao conhecimento do grande público que a verdadeira equipe mais próxima do local e que a resgatou, foi a equipe do SEA WORLD - um parque muito famoso por explorar animais marinhos, com incessantes shows aquáticos, e que se gaba de sua excelência nos cuidados com os animais, mas que mesmo assim enviou Winter em uma viagem de 4 horas a um outro aquário?

winter_golfinho (3)




Ainda assim, a história de Winter não deixa de emocionar. Depois dos créditos ao final do filme, cenas reais da recuperação de Winter são exibidas.

Depois da estreia, tanto Winter, quanto o aquário ficaram mais em evidência. Enquanto que várias pessoas com alguma tipo de deficiência se identificaram com a dor e a luta pela sobrevivência para se inspirarem a também lutar, outros começaram a se perguntar se realmente existiu a possibilidade de que eles teriam que eutanasiar o golfinho, ou se realmente apareceu um bilionário que salvou o abrigo de fechar.
Para criar uma nova cauda, o Dr. Kevin Carroll, e o Dr. Dan Strzempka desenvolveram algo que eles chamam de Wintergel- um composto feito de elastômero termoplástico. A treinadora Abby Stone, o coloca no coto dorsal de Winter, que em seguida desliza a prótese sobre ela. O gel tem sido um sucesso tão grande que começaram a usá-lo para as próteses de pacientes humanos. É mais suave e menos irritante do que outros revestimentos. É especialmente útil para manter as próteses de atletas amputados no lugar em que sua pele torna-se escorregadia com o suor.

winter_golfinho (4)


Fonte: Mural Animal

1 de jun de 2012
comments powered by Disqus

Comentário(s)

6 comentários:

  1. Tbm acabei de assistir o filme,winter sua linda como queria te conhecer,chorei várias vezes vendo o filme e imaginando tantas vezes reclamamos dá vida que temos,sendo que somos perfeitos e a única coisa que importa é que respiramos todos os dias e que podemos vencer qualquer coisa,basta querer, winter é aprendizado, é admirácao...Estou mega feliz por ter a oportunidade de ver esse grande filme

    ResponderExcluir
  2. Amei gente o filmo, história emocionante.

    ResponderExcluir
  3. Filme muito bom um clássico a ser mostrado para todas e futuras crianças

    ResponderExcluir
  4. Eu adorei o meu sonho e tratar golfinhos como ela so tenho 11 anos mas sei que e isto que quero.

    ResponderExcluir
  5. Vejo esse filme diversas vezes e não me canso.

    ResponderExcluir