14 de fev de 2015

(vídeo) Aos 11 anos de idade, Sissy a pequena schnauzer, fugiu do quintal de sua casa seguindo seu coração, em busca de sua mamãe humana que ela não via havia duas semanas.

A cachorrinha andou por vinte longos quarteirões, para visitar Nancy Frank, de 64 anos, que estava internada se recuperando de uma cirurgia para a retirada de um câncer, e ninguém sabe como a cadelinha soube como chegar lá.

cadelinhafogehospital

Nesse período o marido de Nancy, entre as idas e vindas do hospital, cuidava de Syssi e Barney. Dale Franck, 66 anos, estava em casa quando em torno da 1:30 da tarde de sábado, ele notou que Sissy tinha desaparecido.  Preocupado ele avisou o Centro de Controle de Animais em Cedar Rapids, Iowa.

Mas às 5h30 da tarde, ele recebeu um telefonema – seu número de telefone e endereço constavam na coleira de um pequeno cão, que ‘apareceu’ no hospital onde sua esposa estava internada.

Durante essas 4 horas, que a cadelinha havia desaparecido ela caminhou por calçadas e ruas desconhecidas e cheias de neve. A câmera de segurança do hospital mostra  Sissy entrando no edifício através das portas automáticas que se abrem quando percebem movimento. Uma vez lá dentro, a cadelinha olhou ao redor, colocou o nariz para o chão e ficou vagando pelos corredores, mas ela não conseguia encontrar uma forma de chegar até o andar onde Nancy estava, o acesso aos andares é feito por elevadores.

Assista ao vídeo, e veja como Sissy entra e tenta achar a tutora dentro do hospital.

Durante o telefonema entre Frank e o hospital, ele informou que sua esposa estava internada lá, e que talvez esse fosse o motivo da schnauzer ter fugido para lá, e que ele já estava indo busca-la.

O hospital então permitiu que Sissy fosse levada até  o quarto de Nancy por alguns instantes. Nancy ficou bastante surpresa ao ver sua filha canina, e ainda mais a forma como ela chegou sozinha, sem nunca antes ter sido levada para lá. O encontro foi como um bom remédio que as duas estavam precisando.

"Você acha que isso foi apenas uma coincidência que ela andou aleatoriamente para este hospital? Não. Ela estava em uma missão", insistiu a filha de Nancy, Sarah Wood."O jeito que ela entrou no hospital, ela estava em uma missão, ela estava determinada a encontrar Nancy, e consegui."

"É incrível e é o desejo de Deus que ela não desapareceu, e agora ela está de volta", disse Bucko. "O que mais se pode dizer?"

O que será que Barney, o outro cão da família, achou da aventura de Sissy.

Leia também

Gata_salva_bebe_russia_thumb[2] caozinho_viatura_bombeiros_thumb[1]
Neurocientista Adota Cão e Comprova que Cães Tem_thumb[1][4][2] Gata rastreia_thumb[1]

14 de fev de 2015
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário