6 de nov de 2013

Menos de 1 mês após invasão, Instituto Royal encerra atividades em São Roque/SP.

A partir de agora vamos fazer de tudo para saber o que vai acontecer com os cerca de 500 animais que ainda estão no prédio! Por favor fiquem atentos a pedidos de ajuda nas próximas horas!

17h06: Os ativistas começaram a sair do fórum. As primeiras informações são de que não será possível retirar os animais hoje.

15h52: Estamos em frente ao fórum de São Roque. A comissão de ativistas segue lá dentro. Do lado de fora, pouco mais de 20 manifestantes e muitos policiais.

13h34: Estamos indo a São Roque cobrar informações sobre o que será feito com os animais que ainda estão lá. Por favor, fiquem atentos a possíveis pedidos de ajuda nas próximas horas.

Acompanhe o passo-a-passo pelo site Vista-se

Um dos Beagles salvos do Instituto Royal está com a pele em carne viva de tantos testes feitos (possivelmente de cosméticos e/ou produtos corrosivos de limpeza).  Tem lesões na faringe, laringe, não consegue deglutir direito e tem displasia grave.

INSTITUTO ROYAL RESOLVE ENCERRAR ATIVIDADES

O pedido de incineração de 2 toneladas e meia de corpos de animais é indicativo de que os animais eram mortos, mesmo sem autorização para utilização de cobaias para justificar os R$ 5 milhões enviados pelo governo federal.

doc_royal6

 

doc_royal2

 

1457580_612320955499332_391316550_n

doc_royal

 

"Dificuldades no acesso venoso devido a coletas seruadas..." me embrulhou o estomago pensar quantas e quantas vezes esse pobre animal foi furado após ter passado por teste de tóxico que geralmente são de 90 dias consecutivos de ingestão de medicamentos.

doc_royal3Beagle2

 

Em 05 de novembro

A Comissão de Proteção e Defesa Animal da OAB visita o MP

O novo encontro deu continuidade à reunião realizada uma semana antes para tratar das investigações do Instituto Royal, sediado em São Roque.

Na ocasião, a Comissão de Proteção e Defesa Animal da Ordem dos Advogados do Brasil(Seção São Bernardo do Campo) se comprometeu a nos próximos 10 dias protocolar junto ao Ministério Público representação instruída com documentos relativos ao Instituto Royal.

mp_royal

Presidente da Comissão de Proteção e Defesa Animal da Ordem dos Advogados do Brasil (Seção São Bernardo do Campo), Antilia da Monteira Reis, as advogadas Célia Nilander e Gisele Teixeira, o Médico Veterinário Marcos Fernandes, e as ativistas Adriana Khouri e Alessandra Alves estiveram novamente reunidos no Ministério Público, na quinta-feira (31), com o Procurador-Geral de Justiça, Márcio Fernando Elias Rosa, o Promotor de Justiça de São Roque, Wilson Velasco Júnior, que preside as investigações, o Coordenador do Centro de Apoio à Execução (CAEx), Gilberto Leme Marcos Garcia, a Promotora de Justiça Assessora do CAEx, Juliana de Souza Andrade,  e os Promotores de Justiça Assessores do Centro de Apoio Operacional (CAO) Cível e de Tutela Coletiva – Núcleo de Meio Ambiente, Tatiana Barreto Serra e Luís Fernando Rocha.

pare-testes-animais

 

Leia Também

6 de nov de 2013
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário