2 de dez de 2013

Na Delegacia, a cadela reconheceu e foi reconhecida pela mulher que a abandonou.

Vejam o vídeo e ouçam o que o Delegado fala, a punição que ela vai receber não vai lhe fazer nem cocégas. Se você se indignou com o abandono e com a pena para esse crime, ligue para o ALÔ SENADO 0800-612211, pedindo para que os crimes contra os animais também tenham flagrante e prisão é agora! Casos de abandono, maus-tratos, mortes continuam impunes com a branda legislação existente.
A enfermeira Camilla Corrêa que matou a yorkshire Lana, a mãe de Porto Alegre que incentivou o filho pequeno a surrar um filhotinho, o rapaz que enforcou o cão na praia, e muitos, muitos mais casos.
Cadelinha Abandonada em Avenida-SP
Tramita no Senado o projeto de reforma do Código Penal, onde os crimes e as barbáries que ocorrem diariamente contra as pessoas e os animais, nos afligem, e nos revoltam. Hoje ainda podemos nos manifestar, pedindo penas mais duras e mais eficientes, para que com isso esses crimes deixem de acontecer, mas depois de aprovado, pouco poderemos fazer.
Para quem queria a confirmação do que eu havia publicado Encontrado cão abandonado em Avenida-SP, hoje foi efetuado um reconhecimento entre as partes na delegacia, Marcia Regina dos Santos já estava lá e, quando a cachorra chegou…
E se alguém ainda tem dúvidas do que é o “Amor Incondicional”, dos sentimentos que os animais tem e mantém por seus cuidadores…..vejam o vídeo….porque…palavras nunca vão explicar o quão especial são os animais. Eles não tem maldade, nem rancor, e nem querem vingança, eles só querem viver e serem amados e respeitados.
Vídeo da Band
De acordo com o delegado Luís Carlos, da Delegacia do Meio Ambiente, nesta segunda-feira(2), a cachorra, conhecida como Pretinha, foi levada ao DPPC (Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania), no centro de São Paulo, para ser reconhecida por Márcia Regina, a mulher que a abandonou.
Vídeo da Record
O animal foi encontrado por uma mulher na última quinta-feira (28), na estrada de Itapecerica, na zona sul da capital paulista. O delegado informou ainda que ela estava acuada embaixo de um carro.
— Essa senhora recuperou a cachorra, levou para dar banho e entrou em contato aqui com a gente. E hoje foi confirmado que era ela. 
— A cachorra que reconheceu a antiga dona. Ela estava na delegacia e, quando a cachorra chegou, logo, de pronto, foi correndo em direção dela.
A mulher foi liberada e vai responder por maus-tratos. Segundo o delegado, uma vizinha da mulher que encontrou o animal se prontificou a ficar com a cadela.
Fonte: Mural Animal/R7/Brasil Urgente
Leia +
alo-senado










2 de dez de 2013
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário