8 de out de 2014

Videm atualização abaixo: Excalibur ainda está vivo

Em sua última aparição na varanda, antes da entrada do carro da equipe de contenção do vírus, o cão Excálibur olha para cima, como estivesse vendo algo ou alguém. No endereço da enfermeira espanhola Teresa Romero, infectada com ebola, e de seu marido, Javier Limón, internado em quarentena, ativistas passaram á noite em frente ao edifício do casal, para impedir que o cachorro fosse morto.

cao-excalibur

A mobilização nas redes sociais a Campanha ‘Salve Excálibur’ reuniu 300 mil assinaturas. E mesmo o maior especialista do mundo sobre o vírus, Eric Leroy, argumentar aos jornais que "não devemos matar o cachorro porque ele é muito importante do ponto de vista científico", as autoridades espanholas como medida preventiva,  ordenaram o sacrifício do cão por entender que “supõe um possível risco de transmissão de enfermidade ao homem” já que vivia em “permanente contato” com a paciente. E em um comunicado, informa que “existem dados que confirmam anticorpos positivos do ebola em cães, mesmo assintomáticos”

Entretanto na manhã desta quarta-feira, uma autorização foi dada por um juiz de Madri, que recusou o recurso do advogado de Javier Limón, que pedia a suspensão da cautelar de uma permissão de entrada à casa da família.

Nesta manhã os manifestantes sentaram em frente à porta da entrada da garagem para obstruir a passagem de veículos que queiram entrar e sair para levar o mascote. Eles pediam aos gritos que não levassem o cachorro e que a ministra da Saúde do país fosse demitida.

A polícia foi chamada para conter os ativistas, e durante a confusão, o carro de contenção adentrou o local.

Informações atualizadas pelo  Partido Animalista PCMA através das redes sociais;

(18:40 ESP) 14:00 BR: Acabaram de levar Excalibur, não sabemos se vivo ou morto, em um furgão com os vidros cobertos. Os ativistas que tentaram impedir foram derrubados pela polícia, e muitos estão feridos.

11:00hs: Os advogados entraram com novo recurso de urgência para salvar a vida de Excálibur, que deve ser julgado amanhã.

11:00hs: Nenhum veiculo saiu do dominilio depois que o cão foi visto na varanda. E ele só poderia ser sacrificado na Facultade de Veterinária.

10:00hs: Um bombeiro confirmou que o cão ainda está vivo, e que eles ainda não entraram no apartamento - e pedem a todos que continuem se mobilizando. #SalvemosaExcalibur

Leia Também:

Autoridades querem Matar Cachorro de Espanhola Infectada por Ebola

8 de out de 2014
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário