11 de dez de 2014

Uma mulher foi acusada criminalmente de abuso de animal. Ela teria batido, sufocado, chutado e jogado o cão de uma sacada do 3o. andar de seu edifício, e deixado o cachorro para morrer. Os ferimentos no Shih Tzu chamado "Roadrunner", foram tão graves que o animal teve que ter seus globos oculares removidos.

Mulher Maltrata ShihTzu

Testemunhas relataram ter visto Anderson colocar a coleira de cão em torno do pescoço de Roadrunner, e de enforca-lo; puxando o cão para cima e batendo-o no concreto. O animal se engasgou e foi  chutado, de acordo com a declaração de causa provável.

1olho

Após sua prisão Kimberly Anderson, disse à polícia que o cão havia escapado de seu apartamento e que ela era foi incapaz de capturar o animal antes dele ter sido atropelado por um carro. Ela disse à polícia que ela entrou em pânico e deixou o cão ao lado da estrada, sem assistência médica alguma.

Na quarta-feira à noite, o noivo dela, disse que as duas testemunhas que descreveram a crueldade estavam "mentindo". Anderson também foi obrigado a desistir de seu outro cão, mas o noivo disse que não vai permitir e vai recorrer da decisão. Ele disse na quarta-feira que o outro cão seria enviado para viver com seus parentes, enquanto Anderson luta contra as acusações.

3olho

Tori Fugate, porta-voz do Projeto Pet KC - o abrigo da cidade de Kansas, disse que os ferimentos do cão estavam entre os piores que ela já tinha visto em centenas de supostos casos de crueldade.

Disse também que até o final de agosto, um terceiro cão vivia com Anderson neste mesmo apartamento . "Deva Queen" era uma mix de pastor de 10 meses de idade, de propriedade de Anderson e de outro namorado. Registros do controle de animais mostram que o casal chamou os oficiais do controle de animais, na noite de 24 de agosto para relatar que o cão havia mordido o homem enquanto este, estava a dar-lhe um banho.

O casal pediu aos oficiais que queriam ter seu cão sacrificado. E nestes casos o abrigo da cidade, é obrigado a sacrificar os animais cujos proprietários  querem tomar esse passo, e confirmou que a Rainha Deva, foi colocada para dormir eternamente, logo após o incidente.

Mas ‘Roadrunner’ terá um destino muito diferente. Depois de várias cirurgias, sua pélvis quebrada foi reparada, e uma placa de metal foi inserido em uma de suas patas traseiras. Os dois globos oculares – danificados no incidente – foram retirados, e o local foi costurado e parece estar cicatrizando bem. A família que temporáriamente acolheu o animal, diz que ele está se recuperando bem.

"Ele adora se aconchegar. E ele adora brincar com outros cães. Ele adora brincar com os brinquedos ". "Ele está realmente começando a apenas agir como um cão normal."

KC_Pet_Project_-_Roadrunner_in_His_Foster_Home__Fa

As testemunhas do ato de cruldade chamaram as autoridades, e o cão foi, então, levado às pressas para o Hospital Veterinário para atendimento de emergência. Infelizmente, devido a trauma facial grave, seus olhos não podiam ser salvos e ele passou por uma cirurgia para remove-los.

Ele vai precisar de cuidados médicos adicionais e terapia para se adaptar em um mundo sem a visão. Todo mundo que ele conheceu disse que ele é um pequeno muito doce que só quer ser amado e é mais feliz quando esta colo de alguém.

No ano passado, o Projeto Pet KC, recebeu mais de 470 animais, como resultado de crueldade ou negligência em Kansas City, MO.

A cidade de Kansas City, emitiu a seguinte declaração sobre o seu caso:

"A cidade quer que você saiba que a Câmara Municipal e o Procurador da Cidade, tomaram conhecimento deste caso e estão a procedendo, a investigação que ainda está em andamento. Além disso, com base na gravidade do ocorrido, o caso vai para o Ministério Público estadual, para apreciação o que pode levar um par de dias. É melhor ter certeza de que a investigação é profunda e completa, de modo que o processo seja construído, com as mais fortes possíveis acusações e punições. "

Nos mais de 470 animais maltratados ​​atendidos pelo Projeto Pet KC, nenhum acusado foi processado criminalmente.

Se condenado, Anderson enfrenta um período de dois a quatro anos de prisão e uma multa de até US $ 5.000 na acusação. Ela também foi acusado de uma acusação de contravenção de abandono animal.

11 de dez de 2014
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário