12 de fev de 2015

Os latidos e a corrida do vira-lata Pitoco ajudaram a encontrar a tutora, uma idosa de 77 anos. Ele não se desgrudou da aposentada Dalva Moreira da Silva, e conseguiu chamar a atenção de trabalhadores de uma fazenda.

cao-idosa-mata

O caso aconteceu no distrito de Pontinha, em Paraopeba, na região central de Minas.

No sábado (7), dona Dalva saiu de casa e não deu notícias à família. Os três filhos chamaram o Corpo de Bombeiros, que fizeram buscas sem sucesso no domingo (8) e na segunda-feira (9), com a ajuda de vizinhos, sob chuva forte. No fim da tarde, veio a surpresa, segundo o sargento Luciano Carlos Batista.

— Ela estava a 4 km de casa, já na cidade de Caetanópolis. Os funcionários de uma fazenda notaram um cão saindo da mata, que aparecia e voltava, latindo muito. Eles estranharam esse recuo e decidiram segui-lo, até que o Pitoco os levou até a dona, que estava caída.

A aposentada foi encontrada desmaiada, com hipotermia e desidratação. Ela foi internada no Hospital Municipal de Sete Lagoas, mas não resistiu e morreu na madrugada desta quarta-feira (11).

— As buscas foram complicadas, até pela mata fechada e pela chuva.

12 de fev de 2015
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário