27 de jun de 2015

Desde que a Fifa escolheu a Rússia para a Copa do Mundo de 2018, e a cidade de Kazan foi escolhida como uma das cidades sedes, a imprensa russa tem se desdobrado para conseguir noticiar os estranhos acontecimentos.

aquariosp_lujan_kazan

A começar pelo fato de que a imprensa da cidade de Kazan, não noticiou a partida do casal Aurora e Peregrino, devido ao fato de que  esses ursos polares nunca moraram no zoológico de Kazan, conforme o Evening Kazan, que cita;

O zoológico de Kazan, está há muitos anos esperando e não fazendo nada para a sua reconstrução, e que acabou por estar em uma posição onde, a despeito de suas condições desumanas, milagrosamente ganhou o direito de posse da urso polar Aurora, encontrada em 2010, aos cinco meses de idade, junto com a irmã Victoria, no Território Krasnoyarsk próximo ao Lago Taimyr. Primeiramente Aurora foi enviada ao parque de flora e fauna Royev Ruchey em Krasnoyarsk, e em 2012, sem passar por Kazan, mudou-se para Udmurtia, onde um urso polar estava à sua espera, o noivo chamado Peregrino.

Depois  foi surpreendida pela notícia de que o Diretor Internacional do Aquário de São Paulo, Pablo Kalidzhuri Urban, descrito como um especialista em grandes felinos e primatas, visitou a Câmara Pública da República do Tartaristão, está implementado em conjunto com Alexander V. Malev e Ivan Yezhov, que é descrito como um pesquisador sênior, projetos de conservação.

Pelo visto as notícias divulgadas em novembro do ano passado de que Kazan terá uma filial russa do zoo de lujan, parece agora fazer sentido, graças a ‘especialidade’ do diretor do Aquário de São Paulo, que após desembalar os ursos polares de seus caixotes, onde foram transportados, voltou para a Rússia e está expandido seus contatos para além da cidade de Kazan.

A gerente de projeto “Urman’, Naila Zaitsev, já montou a equipe composta de veterinários, designers, advogados, comerciantes, tecnólogos, também já encontrou investidores prontos para implementar o ‘lujan russo’, estão agora em negociações com as autoridades distritais para o novo zoo que deve ocupar uma área de 50 hectares. onde os visitantes serão capazes de montar nos tigres e leões e outros animais, que apesar de ser visível que são drogados para que suportem a presença humana, é considerado por essa ‘faixa de especialistas’, como sendo adestrados.

aquariosp_kazan

A notícia dizia que em janeiro desse ano, a equipe está indo para um estágio no exterior – aprender diretamente com essa ‘faixa de especialistas’ argentinos como treinar e manejar os animais, e que os primeiros filhotes viriam do Zoo Lujan.

O nome do projeto ‘Urman’, pode ser é traduzido para o português como "floresta".

E as coincidências entre o Aquário de São Paulo e o zoológico de Kazan ter ligações com o Zoológico de Lujan, não poderia ser mais estranha do que a coincidência de na Argentina termos também o Mundo Marino que parece rivalizar com o sócio de segmento- se auto proclamando o maior aquário da América do Sul.

Leia também: Ursos Polares foram trazidos como bagagem encaixotada ao Brasil

 


27 de jun de 2015
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário