29 de jul de 2015

A fêmea de 10 anos de nome Quasi Modo, que tem defeitos na coluna de nascença e parece com o corcunda, venceu o concurso cujo prêmio foi de US$ 1,5 mil (cerca de R$ 4,7 mil reais).

quasimodo

Embora o concurso tivesse elegido o cão mais feio do mundo, a primeira impressão é que esse título que pode parecer cruel e depreciativo. No entanto os organizadores do concurso dizem que não é essa a intenção.

“Não nos interessa a linhagem”, garante a diretora do evento, Karen Spencer. A tónica está mesmo na beleza interior e na personalidade que o animal demonstra. E o objetivo é “aplaudir a imperfeição e criar consciência sobre a adoção”, que nada pode ter a ver com o aspeto exterior.

O evento é realizado para "celebrar o espírito e as imperfeições que fazem estes cães adoráveis e adotáveis ​​". Os organizadores esperam que a publicidade em torno dos cães não-tão-perfeitos, e que podem ser tão amorosos e leais como os de aparência comum, vai encorajar que mais pessoas venham a adotá-los.

E foi Quasi Modo, a fêmea mix de pit-bull e pastor holandês que "simbolizou a excelência na feiura, e que impressionou os juízes com sua simpatia”. Nascida com um defeito da coluna vertebral que a deixou um pouco corcunda, e que lhe traz muitas complicações de saúde, a cachorra de 10 anos de idade foi abandonada em um abrigo de animais. Felizmente, um veterinário de Loxahatchee/Florida, apaixonou-se pelo animal que mais parecia uma hiena com um olhar incomum, .e que já foi comparada com um demônio da Tasmânia - depois de ter visto que muitas vezes pessoas adultas se afastavam dela por medo de sua aparência, e que decidiu por adotá-la, quando encontrou o animal doente.

Embora tenha algumas dificuldades, gosta de “brincar, correr e viver a vida ao máximo”, pode ler-se na biografia enviada pelo tutor. “Tornei-me um embaixador para ensinar às pessoas o valor da aceitação e tolerância perante aquilo que é diferente”, prossegue.

Além do prêmio de primeiro lugar, Quasi Modo e seus tutores agora aparecem como destaque em vários programas da TV Americana.

O concurso também tem uma outra categoria o ‘Prémio Espírito’, que sublinha o caráter e a personalidade, e a vencedora foi a chihuahua Precious, com oito anos, que tem um problema nos sacos lacrimais – e que agora vai usar o dinheiro do premio para uma consulta com um veterinário especializado tratar do seu problema de saúde.

O concurso deste ano, foi  realizado no dia 26 de Junho e atraiu ao todo vinte e sete cães. Em terceiro lugar ganhou o cão Scamp, que foi resgatado minutos antes que ele pudesse ser sacrificado em um abrigo no sul da Califórnia , ele agora um cão terapeuta que passa seus dias visitando os idosos, que leem e contam histórias para o cão.

 

Fontes: sonoma-marinfair.org, abcnews.go.com, cbsnews.com, dailymail.co.uk

29 de jul de 2015
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário