13 de dez de 2011


O pequeno filhote resgatado da favela pela Protetora Sandra, foi levado até a Dra. Debora, que era a veterinária mais próxima do local. Inconformadas com a crueldade, e também a procura de ajuda (um local para fazer raio-x e ver a extensão da brutalidade), levaram o cãozinho até a 69a. Delegacia de Polícia. Foi de lá que recebi a ligação pedindo orientação se eu conhecia algum especialista para salvar o cachorro, e foi então que recomendei que levassem até a Clínica do Dr. Wilson Grassi ( para quem não sabe ele é gerente executivo do  Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal e diretor de Bem-Estar Animal da Associação dos Clínicos Veterinários de Pequenos Animais de São Paulo (Anclivepa-SP) nas gestões 2006-2009 e 2009-2012.


Abaixo segue o boletim médico de 13.12.2011, sobre o estado do cãozinho
Ontem, por volta das 16 horas, recebemos aqui no Centro Veterinário Wilson Grassi e Equipe, um cãozinho com o focinho decepado. Aparentando apenas 3 meses de idade, o animal foi trazido pela Sra. Sandra Saragó, que o resgatou de um lixão perto da Avenida da Barreira Grande, no Jardim Colorado, em São Paulo.

Atendido pela veterinária Fabiana Pereira e pela enfermeira Viviane Tamos, o cãozinho recebeu as primeiras medicações, realizou alguns exames e permanece internado no Centro Veterinário Wilson Grassi e Equipe.
Segundo o veterinário Wilson Grassi, seu quadro é estável. “Por mais dramática que a imagem pareça, o cãozinho está bem. Come sozinho, consegue beber água, tem a dor controlada com analgésicos e a infecção tratada com antibióticos", disse, após 20 horas de observação.

O veterinário acrescentou que não se sabe ao certo o que houve com o animal, mas que será feito o possível para a sua recuperação. “Não temos uma suspeita nem explicação, apenas sabemos que seu focinho foi arrancado por algo cortante. Vamos cuidar dele e deixar a investigação para a polícia", afirmou.
Muitas mensagens de preocupação e telefonemas foram recebidos por nossa equipe, porém informamos a todos que fiquem tranquilos, pois o veterinário Wilson Grassi afirma que o resultados estão sendo positivos. 

"O prognóstico, é bom. Inicialmente cuidaremos da dor e da infecção. Dentro de alguns dias, quando a ferida apresentar as condições necessárias, faremos um enxerto ou flap de pele, para proteger a região e melhorar a aparência.

E mesmo com os resultados positivos, a equipe do Centro Veterinário está atenta, a qualquer mudança. “Como ele deu entrada na clínica a menos de 24 horas, ainda estamos realizando exames para descartar que tenha alguma virose incubada", finalizou.


Fotos tiradas antes do cãozinho chegar a clínica do Dr. Wilson Grassi.
cao_focinho_decepado_01

Enquanto a sociedade não exigir uma efetiva punição para todo e qualquer ato de maus-tratos e de crueldades contra os animais, continuaremos a ter pesadelos com a quantidade de imagens de atrocidade após atrocidade contra os animais.

Será que imagens terríveis como estas abaixo, não são suficientes para convencer as autoridades e a população em geral, que quem maltrata um animal, maltrata uma criança, um ser-humano, um idoso?

cao_focinho_decepado_04

Alguém sabe de algum caso de pedófilo que tenha cumprido serviço voluntário em creche infantil? Então não podemos aceitar que crimes de abuso e maus-tratos a animais, sejam pagos simplesmente com cestas básicas e com serviço comunitário. Devemos exigir uma sentença de indenização ao animal, e de pagamento de todo o tratamento veterinário, para no mínimo termos algum senso de justiça, diante de tamanha covardia com seres tão inocentes.

Enquanto muitos divulgam que abrigo não é a solução, cães e gatos ficam sem salvação pelas ruas, pelas favelas, a mercê de monstros, verdadeiros psicopatas da humanidade.

Conforme dados do Instituto Pasteur, e do Censo 2010, a cidade de São Paulo possui hoje 11.244.369 habitantes, sendo assim o CCZ/SP deveria estar recolhendo 1.236 animais ao dia das ruas de São Paulo.
Entretanto desde sua construção em 1973, há 38 anos atrás, até então a conhecida “carrocinha”, só poderia ser combatida,devido ás inúmeras brutalidades que praticavam.

Atualmente, com a leis de proteção animal, deveríamos exigir a construção de abrigos para os animais, que hoje vagam pela nossa cidade, e que morrem lentamente, de fome, de sede, atropelados e brutalizados.

A maior parte da população deve talvez assistir muita tv a cabo, e tem uma impressão errada que ONG’s e protetores de animais tem algum tipo de subsidio ou ajuda do governo para se manterem, não há nenhuma ajuda, nenhuma verba para ongs que abriguem ou resgatem animais. Os escândalos na mídia que envolvem ONGs são as que atuam com o ser humano.

Para que o cãozinho chega-se até a clínica do Dr Wilson Grassi, o pessoal da delegacia contribuiu com R$ 50,00 para que a protetora Sandra, coloca-se gasolina para leva-lo até lá, e quando lá chegou estava abanando o rabinho, prova de quão inocentes são os animais, verdadeiros seres de luz e de amor.
Tão logo ela tenha mais dados sobre o restabelecimento do pequenino, bem como das custas com o tratamento, postarei para quem possam ajuda-la e ao filhotão.
cao_focinho_decepado_03
.
Atualização:

Cãozinho do focinho decepado boletim médico

Cãozinho do focinho decepado é adotado


justica_animal
.

13 de dez de 2011
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário