30 de ago de 2013

Estudos em todo o mundo  tem comprovado que a maioria dos assassinos em série, começaram por maltratar, torturar e matar animais em sua infância, e mesmo diante de tantas evidências de que os animais são seres sencientes, ou seja, que eles têm capacidade emocional para sentir dor, medo, prazer, alegria e estresse, além de terem memória e, até mesmo, saudades, quaisquer indícios de maus-tratos aos animais, por pessoas de qualquer idade, inclusive crianças deveriam demonstram que essas pessoas não são “normais”. Conforme o preâmbulo dos Direitos Universais dos Animais - ONU – UNESCO - “É universalmente proclamado que o respeito aos animais pelo homem está diretamente relacionado com o respeito dos homens entre si”, ou seja, o ser humano  somente está apto para conviver com seus próprios semelhantes, na medida em que for capaz de respeitar os animais.

pesseghini-animais

Marcelo Eduardo Bogo Pesseghini, tinha uma espingarda de pressão e gostava de atirar em animais, como cães e passarinhos. Vizinhos teriam reclamado para a mãe do estudante, que chamou o garoto para conversar. Quando a mãe alertou que o deixaria sem a espingarda, ele ameaçou de matá-la.

O relato acima foi dado por um amigo íntimo do sargento da Rota Luís Marcelo Pesseghini, pai de Marcelo, que também é PM, à polícia esta semana. A testemunha, com qual o sargento Pesseghini fazia confidências, disse que o caso lhe foi relatado semanas antes do crime. O pai de Marcelo teria recebido um telefonema e ficado preocupado. Na ocasião, ele teria dito ao amigo que sua mulher foi ameaçada de morte pelo filho.

A testemunha disse à polícia que Andréia avisou que ele deveria parar de acertar em bichos e explicou que só poderia usar a arma contra um alvo em casa.

O filho, segundo o policial, ficou contrariado. "Eu só quero acertar em animais", teria dito Marcelo.

Quando a mãe alertou que o deixaria sem a espingarda, ele ameaçou de matá-la, relatou o PM. O colega do sargento Pesseghini descreveu o jovem como um excelente atirador. O depoimento do amigo do sargento é mais um dos relatos que a polícia reúne para tentar compreender o comportamento de Marcelo.  (Fonte: Estadão)

"Uma vizinha contou que sempre via Marcelo na calçada de casa com uma arma de brinquedo. Segundo ela, o rapaz atirava em passarinhos e até em pessoas que passavam. De acordo com a polícia, cerca de duas semanas antes dos crimes, o rapaz passou a dizer aos amigos que queria matar os pais, fugir e se tornar um assassino de aluguel" (Fonte R7).

Fato é que D. Berenice Oliveira , avó de Marcelo Pesseghini, tinha dois gatos, um preto e um marronzinho que sumiu conforme relatos de vizinhos (Fonte: Uol)

Em entrevista ao Profissão Repórter, uma outra tia-avó de Marcelo Pesseghini, disse que esteve na casa pela manhã no domingo fatídico, e que suas irmãs, as mesmas que mais tarde seriam assassinadas estavam muito tristes, mas que ela não perguntou porque……seria talvez pelo sumiço do gato?

Olhando com olhos mais atentos para as fotos divulgadas pela mídia, o sargento da Rota Luís Marcelo Pesseghini, abraça carinhosamente o cachorro enquanto que seu filho apesar de parecer que o está acariciando dirige um olhar bem intrigante para o animal. E em outra foto vemos a cabo Andréia segurar o cão para que ficasse ao lado do filho.

pesseghini-animais2

Estranhamente, os parentes das vítimas que após 3 dias da tragédia, retiraram o que consideravam pertences de valor do imóvel, deixaram para trás os animais.

O gato preto foi abandonado e fica andando pelo muro, para em frente à janela do quarto dela e mia várias vezes ao dia", contou um vizinho que não quis se identificar (Fonte: Uol)

O cachorro que também foi deixado no imóvel pelos parentes, só foi levado sabe-se-lá para onde…somente depois que a postagem  “Um Cão na Tragédia da Família de PMs Brasilândia/SP”, chegou as redes sociais, onde a Luísa Mel e a equipe @emergenciaanimal, foram até o local oferecer ajuda e para verificar o estado do cachorro. Conforme postagem da Luísa Mell em seu perfil do facebook, um irmão de umas das vítimas recusou a ajuda, dizendo que já tinha escolhido um dono para o cachorro.

animais-pesseghini

 

Um adesivo, meu sinal de alerta

Desde a veiculação das primeiras imagens, com a sensação de impotência e tristeza pela tragédia, um fato me chamou a atenção, o adesivo no carro da cabo Andréa tinha também um cachorro, além do pai, da mãe, do filho e de sua avó, e pelo que sei as pessoas costumam somente colocar adesivos caracterizando sua família, portanto presumi que eles realmente tinham um cão na família.

O fato de a mídia não falar absolutamente nada sobre o assunto, sendo que estavam esmiuçando a vida da família, também me deixou preocupada, afinal, não seria quase óbvio que se fossem bandidos que tivessem invadido a casa, que o cão da família latisse, ou que na pior das hipóteses que o cão também tivesse sido morto?

O vídeo divulgado pela polícia mostrando o menino indo do carro a escola por duas vezes no mesmo dia, e a enorme quantidade de provas apontam que o garoto 13 anos é o causador dessa tragédia, já que conforme estudos do FBI, na sua grande maioria (cerca de 80%), os psicopatas começam a carreira matando animais. Por isso, em países como Estados Unidos e Inglaterra, os matadores de animais já são tratados e julgados de forma diferenciada que avança para muito além do crime de maus-tratos a animais.

Nesses países já se entende que deter esses indivíduos ou monitorá-los, quando começam a maltratar ou matar animais na infância, representa uma medida preventiva, de proteção não somente aos animais, mas a toda a sociedade.

BETH_THOMAS

Enquanto muitas pessoas (a maioria que nunca jamais o conheceu pessoalmente), se recusa a acreditar que ele seja o autor dessa tragédia, baseados apenas nas fotos veiculadas como sendo uma “família feliz”, e desde o principio duvidando da polícia, como se alguém do alto escalão, fosse o assassino, e todos (polícia, perícia, Ministério público), devessem conspirar para proteger a identidade dessa celebridade.

O refrão conhecido era de que o garoto sempre brincava de bola com a avó, ainda não ouvi nenhum comentário que dissesse; que ele levasse o cão para passear ou que gostasse ou não gostasse do animal.

526324_10200442402213951_1118747146_n

 

Links:

07/08/13 - Um Cão na Tragédia da Família de PMs Brasilândia/SP.
http://muralanimal.blogspot.com.br/2013/08/um-cao-na-tragedia-da-familia-de-pms.html

08/08/13 - O Futuro do Cachorro será decidido pelos Parentes da Família Assassinada em SP
http://muralanimal.blogspot.com.br/2013/08/o-futuro-do-cachorro-sera-decidido.html

15/08/13 - ANIMAIS QUE PERDERAM A FAMÍLIA NA TRAGÉDIA DA VILA BRASILÂNDIA/SP
http://muralanimal.blogspot.com.br/2013/08/animais-que-perderam-familia-na.html

A MALDADE INFANTIL E OS ANIMAIS
http://muralanimal.blogspot.com.br/2013/08/a-maldade-infantil-e-os-animais.html

30 de ago de 2013
comments powered by Disqus

Comentário(s)

3 comentários:

  1. Gostaria de saber se a sra que postou essas afirmações sobre o Marcelo Pesseghini tem provas do que postou ou se apenas se baseou em manchetes de jornais e revistas.Me dê o nome do amigo do Sargento Pesseghini que teria afirmado que o adolescente atirava em animais.Se a senhora não tiver provas contra esse adolescente quanto a ele atirar em animais e só postou essa montagem inclusive postando fotos do adolescente e dazendo insinuações sensacionalistas deveria levar um baita processo.Se ele realmente atirava em animais vc tem que provar.

    ResponderExcluir
  2. Estou esperando vc provar que o Marcelo Pesseghini matou a familia pois até agora o que tenho visto do seu trabalho é um monte de lixo e sensacionalismo e quais são as tantas provas que vc alega existirem contra o adolescente?As provas que foram apresentadas são altamente questionáveis pois a investigação começou errada e culpou o adolescente em menos de 24 horas sem laudos sem nada e vc ainda faz esse baner mal feito e se utilizando de foto do adolescente e insinua que ele não gostava do cãozinho????Pelo amor trate de se retratar dessa postagem de wuinta categoria pois caso contrário vou denunciar vc pois vc só causa estragos por puro senscionalismo e histeria.Vc é oportunista em 90% dos casos que posta mas neste vc passou da conta.

    ResponderExcluir
  3. Espero sua retrataçãove pode ter certeza que vc vai ter de provar com fotos verdadeiras que o adolecente Marcelo Pesseghini atirava em animais.Vc é sensacionalista e irresponsável e deve ser processada.

    ResponderExcluir