23 de nov de 2013

Batizada de "Operação Entrega Especial", ela reuniu esforços conjuntos de 30 entidades pró-animais, que unidas juntaram voluntários na terra e no ar, para o resgate dos 512 cães, que seriam mortos por não terem sido adotados em abrigos que praticam eutanásia.

Eles conseguiram reunir mais de 50 aviões para ajudar a transportar 260 cães. E o restante dos animais seguiram em caravana pelas estradas, alguns cães nos caminhões especiais das entidades e o restante em carros de voluntários que dirigiram durante 20 horas até chegarem aos novos abrigos que não praticam eutanásia onde eles além de permanecerem vivos terão uma chance de serem adotados.

512 cães que seriam eutanasiados são salvos pela

Segundo o Príncipe Borghese, fundador da entidade Animal Aid EUA, que coordenou o resgate e transferência dos cães para abrigos que não fazem eutanásia, os cães estavam em locais onde se no prazo de três dias, não são adotados são sacrificados.

As caravanas terrestres adicionais conduzidos inteiramente por voluntários no bem-estar animal viajaram de Nova Jersey para Geórgia e ainda voltaram para resgatar mais de 252 cães, a maioria dos quais foram programados para serem sacrificados. A ASPCA transportou outros 83 cães que salvou, todos caminhando para lares adotivos em vários estados.

"Nossas caravanas salvam uma média de 100 vidas a cada mês", disse Borghese. "Até agora, temos sido capazes de manter as caravanas de resgate mensal com a ajuda em dinheiro das doações e nosso próprio dinheiro.

A "Special Delivery" não teria sido possível sem os subsídios de organizações de bem-estar animal, como a Humane Society dos Estados Unidos, eu estou muito contente que nós conseguimos juntar muitas das maiores organizações de assistência social do país, as mais dedicadas aos animais,  sem ajuda deles nós não teríamos conseguido realizar o maior evento de resgate-adoção da história do estado da Geórgia."

Cada missão de resgate é liderada por voluntários comprometidos, que contribuem com seu tempo, com seu veículos e seu dinheiro para se certificar de que os animais desamparados e esquecidos vão ter a chance de encontrar o amor, adotados ou não eles estarão sempre livres de serem desnecessariamente sacrificados.

Todas as caravanas, tanto mensais como a do evento anual, se concentram em grande parte, em espalhar a consciência da crueldade e sofrimento dos animais quando eles são sacrificados nas câmaras de gás.

"Desde que começamos a essas caravanas de resgate de animais, temos sido capazes de salvar a vida de mais de 3.000 cães", diz Borghese. "Nós nos encontramos em posição de pedir à comunidade para contribuir com doações para continuar este trabalho importante."

"Para nós, é um desastre nacional cada vez que um animal saudável é sacrificado desnecessariamente", diz Borghese.

Doações são necessários para compensar os custos de certificados sanitários que devem ser reunidos para cada animal resgatado, bem como a castração, a esterilização, e para os tratamentos da dirofilariose e outros custos médicos. Além disso,precisamos dar aos voluntários um fornecimento constante de ração de cachorro, ração de gato, toalhas, lençóis, toalhas de papel, produtos de limpeza, água sanitária e outras necessidades.

"A maioria das pessoas não estão cientes de tudo o que é necessário para manter esse esforço num resgate deste tamanho", diz Borghese. "Todas as doações vão diretamente para o resgate e o bem-estar dos animais que salvamos, e todo a mão de obra é fornecida pelos nossos parceiros nos resgates e voluntários.

Sobre a ONG Animal Aid EUA:

Co-fundada pelo príncipe Lorenzo Borghese e Karen Talbot  em janeiro de 2012, Animal Aid EUA é composta por um grupo de amantes de animais de voluntários que dirigem mais de 1.600 quilômetros a cada mês, a fim de mudar os animais de abrigos que os matam, para outros abrigos que não praticam eutanásia ou para lares temporários. Além de encontrar lares para os animais que enfrentam um futuro incerto, a Animal Aid EUA arrecada dinheiro para financiar programas de baixo custo de castração e esterilização de graça em comunidades de baixa renda, e aumentar a conscientização sobre as crueldades legais perpetradas em animais inocentes diariamente, incluindo a eutanásia na câmara de gás

Borghese combina seus compromissos de defesa dos animais com suas promoções de produtos Real Pet Clube, utilizando suas aparições no ar para aumentar a sensibilização para as causas dos direitos dos animais.Real Pet Clube doa cinco por cento dos seus lucros, além de US $ 2 para cada novo cliente para Animais Aid EUA.

Para saber mais sobre Animal Aid EUA, visite http://www.AnimalAidUSA.org . Para saber mais sobre o tratamento real, visite http://www.RoyalPetClub.com. Para saber mais sobre o príncipe Lorenzo Borghese, clique aqui.

Abaixo a lista das entidades parceiras no resgate-transferência dos 512 cães

  • Dogs On Death Row
  • Puppies and more Rescue
  • ASPCA
  • Fix GA Pets
  • Crate Escape Rescue
  • Island Dog
  • Humane Society of Walden, NY
  • Mt. Pleasant Animal Shelter
  • Baywater Animal Rescue
  • The Humane Society of Atlantic County
  • Furry Angels Rescue - Petfinder
  • Wags Rescue & Referral (WAGS)
  • Almost Home Dog Rescue of NJ (AHDR)
  • Making Of Miracle Stories
  • Carpathia Paws
  • Friends of Screven County Animals
  • The Okefenokee Humane Society
  • The McIntosh County Humane Animal Resource Team
  • Save the Animals Rescue Society of Georgia
  • M.O.M.S. Animal Rescue / Miracle Ranch
  • Animal Adoption Center
  • Friends of Homeless Animals
  • Justin Bartlett Animal Rescue
  • Humane Society Naples
  • The Suncoast Animal League
  • HART
  • Humane Society of Tampa Bay
  • SPCA Tampa Bay

Fonte: Animal Aid USA

23 de nov de 2013
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário