30 de mai de 2014

(Vídeo) Em contraste com a crueldade humana, uma pit bull com bastante leite aceitou ser a mãe adotiva dos dez filhotinhos resgatados.

Vide atualização do caso, ao final da postagem

Diferentemente do que acontece no Brasil, as autoridades da cidade de Springtown no Texas, estão investigando e oferecendo uma recompensa de U$ 2.000, sobre pistas que levem a quem abandonou, e quem assassinou uma cadela que estava presa em uma gaiola junto com seus 10 filhotes de apenas 9 dias de vida, a beira de uma estrada de terra.

10 Filhotes são Resgatados Sugando Leite da Mãe

Os filhotes ainda tentavam sugar o leite de sua mãe morta quando eles foram vistos por um motorista de ônibus escolar na quarta-feira de manhã. A cadela mãe aparentava ter uns 3 anos de idade, e estava extremamente magra. Os animais estavam presos dentro de uma gaiola, e foram largados em uma rodovia, onde ao que parece alguém havia abandonado os animais, e depois a mãe foi assassinada com um tiro na cabeça, já que a gaiola e os filhotes estavam cobertos de sangue.

O delegado, Sheriff Larry Fowler em entrevista balançava a cabeça inconformado com a situação. "Que tipo de pessoa faz isso?" Ele se estremece com a frieza da pessoa que atirou na mãe dos cachorrinhos, uma mistura de pastor, com pêlos marrom. As Perguntas passam por sua mente."Será que essa pessoa vai levar seus filhos para a escola?  Onde você vai depois de atirar na cabeça de um cão e deixá-lo na beira da estrada, morto com 10 filhotes?"

Sheriff Fowler disse que não há uma grande quantidade de provas. Apenas a gaiola, forrada com um papelão, e um pote de água vazio.Fowler diz ainda que a recompensa poderá ser aumentada "De-nos a informação de onde este cão veio, e nós vamos prender essa pessoa”, disse o xerife Fowler.

As autoridades estão investigando e esperam receber denúncias, pistas que levem ao autor dessa barbárie.

 

Atualização: Assassina que Atirou em Cadela é Presa

30 de mai de 2014
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário