28 de jul de 2014

O cãozinho havia sido colocado para adoção pela empregada doméstica Irani França Santos, de 50 anos, que informou estar doente e que não teria condições de criá-lo.

Cãozinho que Nasceu sem Membros Dianteiros é Adotado

Com a repercussão da reportagem no UOL, Irani acabou arranjando interessados na adoção do cãozinho deficiente e de outros cachorros que possui. Já estão com destino certo Pimpim que o pai de quem o filhote herdou a anomália genética e outros quatro filhotes dele que nasceram na noite de véspera de São João, dia 23 de junho.Todos os outros animais não têm deficiências físicas.

Na casa de Irani ficaram apenas Amarelinha (mãe dos quatro filhotes), Branquinha (mãe de Plautus), Teka (mãe de Pimpim, Branquinha e Amarelinha) e Branquinha 2, filha de Pimpim com Teka. Quem se interessar em adota-los é só me ligar: (77) 8814 4525 ou 3082 2618", informou Irani.

Apesar da deficiência, Pimpim é um cão ativo que quase todos os dias, ao final da tarde, vai para o portão da casa esperar pela chegada de sua dona. Ele se move de um canto para o outro, equilibrado sobre suas duas pernas traseiras.

"Engraçado que ele vai mais quando eu saio com a bolsa, parece que sabe que vou demorar. Quando eu saio sem a bolsa ele não vai para o portão", comentou Irani.

"Ele [Pimpim] já teve outras crias, mas não veio nenhum filhote com problema. Amarelinha teve sete filhotes, morreram três e um foi adotado por Branquinha. Espero achar logo alguém que possa cuidar dele [o cãozinho sem os membros da frente]. Teve duas pessoas que se interessaram já, mas ainda não vieram aqui", disse.

Quem acabou adotando o cachorrinho foi Plauto, o terceiro a ligar para Irani. "Vi a notícia logo cedo e me interessei pelo animal", contou. O cão será batizado com a versão grega do nome do dono: Plautus. Segundo Plauto, o nome significa "que tem pés chatos e largos" e foi escolhido como forma de demonstrar carinho pelo animal. 

O novo dono do cachorrinho disse que o interesse se deu pelo trabalho que já realiza com outros animais de rua ou deficientes, que os donos põe para adoção. "Geralmente, quando alguém me procura querendo pôr um animal para adoção eu tiro uma foto do mesmo e a espalho na internet por meio de uma rede de contatos que possuo", disse.

"Mas, no caso do cachorrinho, foi amor à primeira vista, ele é muito lindo e vou tratá-lo com muito carinho", contou, informando que irá comprar uma cadeirinha de rodas para que Plautus passe a andar com mais facilidade. 

Por ser ainda muito novo, Plautus passará mais 15 dias na casa de Irani, pois o cãozinho ainda está mamando. "Nesse tempo, vou continuar a vir aqui na casa dela para acompanhar o cachorrinho e já irmos pegando amizade", disse o empresário. 

28 de jul de 2014
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário