31 de jul de 2014

(Vídeo) Um vídeo publicado nas redes sociais mostra um cavalo caindo exausto no Centro de Poços de Caldas (MG) enquanto tentava puxar uma charrete não aguentou o morro e caiu, ficando estendido na rua. 

Cavalo Cai Exausto em Poços de Caldas

O dono do animal ainda tentou levantá-lo, mas o cavalo aparentava estar sem forças. O vídeo tem apenas poucos segundos. Testemunhas afirmam que depois de um tempo, o cavalo conseguiu se levantar. O autor do vídeo preferiu não ser identificado.

O secretário de Turismo, Rômulo Vilela, afirmou que o caso será apurado.

"O vídeo é chocante, é triste, mas daí chegar e dizer que foi maus-tratos, vai uma distância muito grande. Da mesma forma que um ser humano pode ter um desmaio, pode ter um pequeno problema, o animal também pode ter. Vamos ver se foi isso o que aconteceu ou se é algo mais sério. Nós vamos verificar e cobrar posicionamento caso tenha ocorrido algum abuso", disse o secretário.

O fato têm causado revolta nos moradores. Os passeios de charrete à cavalo são um dos atrativos turísticos da cidade e o vídeo reacende suspeitas de que muitos animais usados para este fim sofrem maus-tratos e não há fiscalização para impedir isso.As imagens foram feitas na Rua Barão do Campo Místico.

Maus-tratos recorrentes

Colabore assinando petição pedindo a Câmara Municipal A Proibição de charretes na zona urbana de Poços de Caldas. (click)


Esta não é a primeira vez que moradores de Poços de Caldas registram a exaustão dos animais usados para passeios de charrete. Em dezembro de 2011, fotos de um cavalo exausto caído após um dia inteiro de trabalho sem descanso geraram indignação na cidade.

Vários segmentos da sociedade civil ligados aos direitos dos animais começaram a se posicionar contra o uso de animais em veículos de tração. Eles chegaram a reunir dois abaixo-assinados com mais de 500 assinaturas e uma audiência pública na Câmara de Vereadores discutiu alternativas para proteger os animais e não prejudicar o trabalho dos charreteiros.

Em junho de 2013, os profissionais passaram a receber cursos de qualificação para evitar que os passeios acabem, mas também não permitindo que os animais trabalhem até a exaustão.

1491700_814636645230465_4257417193817190322_n

31 de jul de 2014
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário