10 de set de 2014

    Zeca estava abandonado na rua, sem poder andar, com uma lesão na coluna que o deixou paraplégico. O diagnóstico veio depois que ele foi resgatado e examinado. Agora ele além dos mimos, recebe amor, muito carinho e tratamento vibracional, homeopático e de acupuntura.

    Dentro do Santuário Zeca ganhou muitos amiguinhos como o pinscher Shitake; que precisou amputar uma de suas patinhas.

    Já a leoa Gaya, teve seus dentes serrados, garras arrancadas, corpo queimado, e foi muito surrada durante os primeiros anos de sua vida quando era escravizada por um circo itinerante.



    A ASERG - Associação Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos, há 24 anos depende de doações para resgatar, abrigar, alimentar, e medicar animais silvestres, exóticos e domésticos. Erroneamente no Brasil, muitas pessoas associam a sigla 'ONG' com 'recebimento de verbas pelo governo'; e isso é um equívoco muito grande. Não há nenhuma legislação brasileira que permita repasse de verbas, as poucas entidades que se empenham em recuperar esses animais, da crueldade pela qual passaram, e pelas sequelas que eles vão ter que carregar por toda a vida.

    Você pode conhecer a história dos mais de 300 animais resgatados e abrigados no Rancho dos Gnomos, e ajudá-los de várias formas;  
    • Fazendo uma doação via pag-seguro .(click aqui)

    O portal Vista-se também criou uma outra forma de você ajudar o Rancho dos Gnomos e outras entidades que cuidam de animais.
    Com apenas R$ 2,99 ao mês por um ano. (clicando aqui)

    Lembre-se que cada centavo faz a diferença, na qualidade de vida de um animal resgatado da negligência humana e dos maus-tratos.

    Ajude hoje, faça uma doação. Os animais dependem do seu bom coração.

10 de set de 2014
comments powered by Disqus

Comentário(s)