30 de set de 2014

(vídeo) O vídeo com as imagens não chega ao tempo de 2 minutos, mas é suficiente para visualizar que, as agressões contra o animal indefeso, começaram muito antes da gravação, já que logo de início, o cachorro já está apavorado com a brutalidade que é covardemente agredido com uma muleta por um skatista, enquanto que outros jovens assistem à crueldade, e nada fazem senão rir da situação.

cao-agredido-muleta

O animal tenta sair da pista ondulada, que dificulta a sua subida, na pressa de escapar do espancamento a que está sendo submetido. Segundos antes do fim da cena, uma monitora do estacionamento rotativo chama a atenção de todos ao repudiar a agressão. A crueldade foi flagrado por um cinegrafista amador.

Animal agredido já foi adotado (A acolhida foi erroneamente interpretada pela mídia sendo divulgado que ela havia sido adotada)

Atualização 01/10/14 – 18:30: Cachorra espancada por muleta procura por um lar definitivo

Depois do flagrante de agressão, que ganhou repercussão nacional, outro fato relacionado ao mesmo assunto chamou a atenção dos moradores da região. Só que desta vez, de forma positiva. Ontem, o jovem Ériclys Machado, de 18 anos, decidiu adotar o bichinho.

Durante a madrugada, por volta da 1 hora, enquanto conversava com um amigo na frente de sua casa, Ériclys percebeu um cão que mancava e todo molhado. Sensibilizados com a situação, os amigos abrigaram o animal, que é uma cadela, e a alimentaram.

Neste momento, surgiu a dúvida, se seria a mesma das imagens divulgadas na internet. A pergunta só foi esclarecida horas depois, quando os representantes da ONG Movimenta Cão estiveram no local e confirmaram a identidade. 

O dono da boa ação é DJ e nas horas vagas se dedica ao cuidado com os animais. Em casa, Ériclys tem outros quatro cães. “Quando vi as imagens, fiquei revoltado e com muita pena do animal. Ela é uma cadela muito dócil. Não precisava ter sido tirada da pista daquela forma”, desabafou o novo dono, que deu o nome de Meg à cadelinha.

Foi uma monitora quem interrompeu a agressão
A atitude da mulher foi elogiada ontem nas redes sociais e chamou a atenção dos órgãos públicos.  A prefeitura de Tubarão publicou um manifesto repudiando a agressão e valorizando a ação da monitora. “A administração cumprimenta a monitora de trânsito que, naquele momento, representou a população tubaronense e interrompeu a atrocidade”, diz a nota oficial.

Manifestação contra maus-tratos
As imagens repercutiram entre moradores da região. A ONG Movimenta Cão, organizou um protesto contra maus-tratos aos animais e denunciou o caso à polícia. Aproximadamente 300 pessoas se reuniram em frente à pista de skate na tarde do último domingo. Com faixas e cartazes, o grupo percorreu algumas ruas de Tubarão, no sul de Santa Catarina.

A Polícia Civil soube do caso no sábado (27) e acredita que o vídeo tenha sido gravado na última semana. De acordo com a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso, o agressor foi identificado e um procedimento foi instaurado para investigar o caso.

E ontem o adolescente acusado de agredir o cão, se apresentou acompanhado por um tio, ele compareceu à Delegacia para esclarecer os motivos da ação criminosa. A delegada informou que o rapaz disse estar arrependido. “Ele informou que pegou a muleta de outra pessoa. Que queria tirar o animal da pista e não agredí-lo”, relatou à delegada.

Mas as cenas que foram divulgadas na internet contrariam a versão do jovem. Na gravação, o adolescente agride o animal. O cão, assustado, tenta fugir, mas não consegue. Sempre que o cachorro escorrega na pista de skate, o garoto o acerta com a muleta.

Pelas agressões, o adolescente vai responder a um ato infracional. Conforme o artigo 32 da Lei dos Crimes Ambientais, ele pode ser punido com internação de três meses a um ano em um Centro de Internamento Provisório (Casep). O jovem de 16 anos, flagrado agredindo um cão na pista de skate, disse na delegacia que está arrependido, as informações são do Jornal Notisul.

30 de set de 2014
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário