10 de nov de 2011

SHEEP, estava sendo procurado por sua família, pois havia sido levado quando o carro que o transportava foi roubado em 30 de setembro na Zona Sul de São Paulo.

Oito dias depois o carro foi encontrado e ele havia falecido, os monstros que roubaram o carro o deixaram preso dentro da caixa de transportes e colocaram a caixa dentro do porta-malas do automóvel.

sheep

O Sequestro

Cão estava no banco traseiro de veículo roubado em cruzamento da região do Jabaquara.

 

Abaixo o texto da mamãe de Sheep
SHEEP UM ANJINHO QUE DEUS COLOCOU NA MINHA VIDA!!!

Queridos amigos, a dor que sinto no peito é imensa, meu coração sangra. Nunca imaginei que houvesse no mundo tamanha maldade.
Meu menino veio pra casa ainda bebe e conquistou nosso amor e respeito.
Ele nunca gostou de ficar sozinho em casa e meu marido e eu optamos em colocá-lo em um hotelzinho para que ficasse durante o dia brincando com outros cães e para ser mais feliz.
O SHEEP é meu filho, meu melhor amigo e acredito ser dele a melhor parte que há em mim. Ele me aproximou do meu marido, fortaleceu meu casamento, pois dividimos o amor deste menino juntos e agora dividimos esta dor tão profunda. Hoje ele é um anjo, minha estrelinha linda e será lembrado todos os dias enquanto vivermos.
Pensei estar fazendo o melhor a ele o mandando para o hotelzinho, mas hoje minha maior dor foi não tê-lo protegido e amparado nos últimos minutos de vida, não pude segurar na sua patinha no momento e m que ele sofria e isso destrói a minha alma. Tenho certeza que ele partiu pensando em nós (meu marido e eu), sem entender o porquê de estar sozinho ali. Ele não teve nenhuma chance e a palavra que vem a minha cabeça é COVARDIA.
Em lagrimas peço a Deus que neste momento ele esteja no céu, no jardim de cães, amparado nos braços de espíritos de amor e luz, brincando com outros cães e sendo feliz.
Infelizmente nada posso fazer para reverter o que aconteceu, mas gostaria muito que todos que tem seus animais queridos que avaliem com cuidado o local em que eles irão ficar, seja para banho e tosa ou hotel. Avalie as condições, os meios de transporte dos seus amiguinhos, pois se o meu menino estivesse como deveria, em um carro próprio para tal função ou mesmo no banco traseiro daquele veículo não apropriado para transporte do meu maior bem, acredito que nada disso teria acontecido.
Não estou aqui para culpar ninguém, mas peço que reflitam sobre isso pois a dor da perda é incalculável.
Bom, só tenho a agradecer TODOS que me ajudaram na procura por ele e a todas as palavras de conforto, tem me ajudado muito!
Cionéia e Renato Delgado

A Procura

Há uma semana, a vida da fisioterapeuta Cionéia Delgado, 29 anos, e de seu marido resume-se a procurar pelo cão Sheep, da raça schnauzer. Ele estava no banco traseiro do carro de um hotel de cachorros que foi roubado na noite de sexta-feira (30) na região do Jabaquara, na Zona Sul de São Paulo.

Sheep, de 4,5 anos, pelos cinzas e pesando cerca de 10 kg, estava sendo levado pela proprietária do hotel até a casa da fisioterapeuta. O animal não conseguia ficar sozinho em casa, razão pela qual desde os 6 meses de idade Cionéia precisou contratar o serviço, pelo qual desembolsava R$ 400 mensais. De segunda a sexta, o hotel buscava e trazia Sheep de volta até a casa de Cionéia, na região da Praça da Árvore, na Zona Sul.

“Ele não conseguia ficar sozinho, uivava muito. Por causa disso levei muitas multas de condomínio e tive que procurar um hotel”, conta Cionéia.

A proprietária do hotel, que pediu para não ser identificada, disse ao G1 nesta sexta-feira (7) que foi abordada por quatro adolescentes – dois deles armados – na esquina da Rua Desembargador Alípio Bastos com a Avenida Pedro Bueno. Os ladrões ordenaram que ela descesse do carro. Ela pediu para tirar o cachorro do veículo, o que não foi permitido. O caso foi registrado no 16º DP, na Vila Clementino, também na Zona Sul de São Paulo.

“Desde então estamos colocando faixas procurando o Sheep, mas só recebemos alarmes falsos. Peguei ele com dois meses, ele faz parte da minha vida, da minha família. Estamos parados, não fazemos mais nada a não ser procurar”, lamenta Cionéia, que está oferecendo recompensa para quem tiver pistas do cão, que podem ser enviadas por e-mail.

Segundo Cionéia, excepcionalmente no dia do roubo, o cachorro estava sendo levado no carro particular da dona do hotel para cães e não no veículo adaptado para o transporte de animais. “Ele ficava o dia todo fora, mas à noite quando chegava era aquela festa, sempre muito brincalhão. Ele é super amoroso e preguiçoso. Quando ficávamos em casa, dormia o dia inteiro”, conta.

A fisioterapeuta diz ainda que seus sobrinhos estão desesperados com o sumiço do animal. O mais novo, de 7 anos, que mora em Catanduva, no interior de São Paulo, estaria tendo, segundo ela, algumas reações. “Ele somatizou isso um pouco, está tendo vômitos e anda muito triste”.

Fonte: G1

procurase_sheep

10 de nov de 2011
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário