23 de jul de 2014

(Vídeo) É desconcertante saber que o ser humano, tem a capacidade de admirar, de achar algo bonito, extraordinário, e ao mesmo tempo ser completamente indiferente as condições em os animais são obrigados a sobreviver, quando são retirados de seus habitats naturais.

Golfinhos A Triste Vida de Brinquedo Vivo

Talvez o melhor ou pior exemplo disso, sejam os golfinhos. Só de ver na TV, imagino que muitos já sentiram vontade de toca-los, de acaricia-los de conversar com eles, pelo menos eu senti, mas diferentemente das outras pessoas, eu sei o que acontece antes, e o porque dos golfinhos fazerem aquelas lindas acrobacias nos shows dos parques áquaticos, que posso resumir em um circo com água, ou seja tudo o que você já ouviu e viu que acontece nos circos com animais, onde eles são torturados para aprenderem truques, e vivem confinados e tristes por não terem mais vida própria e nem seguirem mais seus instintos e modo de vida, acontece igualmente ou pior nos parques marinhos.

Talvez você já tenha ouvido falar de um lugar no Japão, chamado Taiji, um vilarejo onde todos: do prefeito, e as autoridades, aos policiais e os pescadores protegem um segredo: a matança e a captura de golfinhos. Matam os golfinhos adultos, as mães, os pais, os tios e os avós que ficam presos nas redes e capturam os filhotes, os bebes que serão usados a vida inteira como entretenimento em parques aquáticos pelo mundo como o seaworld e outros.

A novidade agora é que não bastasse toda a crueldade envolvida na captura, nas mortes e no treinamento dos golfinhos, eles agora também são usados como petecas, bolas, em uma das enseadas de Taiji pelos visitantes do Museu da Baleia, que apesar do nome não é museu, mas um campo de concentração para os animais marinhos, os quais ficam expostos em tanques minusculos para a visitação pública.

A enseada do museu, foi cercada por redes, e dois golfinhos foram jogados ali para entreterem as crianças e os adultos, que ficam cercando os pobres animais, com suas bóias, braços e pernas batendo na água sem parar. As fotos e informações foram divulgadas pela entidade AFD.

Privados de suas vidas nadando no vasto oceano, os golfinhos agora são tratados como brinquedos, tendo que suportar essa interação estressante com os seres desumanos.

Talvez você já tenha ouvido falar do documentário A Enseda – The Cove, e talvez nunca tenha assistido achando que não gostaria de ver os golfinhos sendo mortos e o sangue deles na água, etc. Mas o documentário não apresenta essas cenas terríveis que você imaginou, apesar delas acontecerem. Ele mostra toda a corrupção que existe dentro do governo do japão para encobrir a matança dos golfinhos dos próprios japoneses e do mundo, e do todo aparato quase que militar investigativo necessário para que pudessem documentar o que acontece na enseada de Taiji. Assista e você vai se surpreender, como algumas poucas pessoas com grandes interesses financeiros podem influenciar o mundo todo.

 

23 de jul de 2014
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário