8 de nov de 2014

Quando não está tratando vítimas da guerra civil síria, o motorista de ambulância Alaa, ainda encontra tempo e energia para ajudar as vítimas menos conhecidas do conflito, os gatos que ficaram órfãos.

gatos_orfaos-siria

Aleppo, a maior cidade do país, tem estado no centro de alguns dos combates mais ferozes.

Acredita-se que pelo menos metade da população da cidade já foi deslocada como resultado do conflito de quatro anos. 

Para alimentar as dezenas de gatos que ficaram órfãs em decorrência da guerra, Alaa gasta cerca de 4 dólares de suas economias, a cada dia, conforme o Daily Mail.

gatos-siria

Ele tem que comprar carne para alimentar cerca de 150 animais abandonados em seu bairro em Aleppo. Devido à guerra há escassez de produtos, não existe ração para animais.

8 de nov de 2014
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário