26 de nov de 2014

(Vídeo) "Eu vim para o Equador para ganhar o Campeonato Mundial de Corrida de Aventura. Em vez disso, eu ganhei um novo amigo.", disse o atleta que adotou Arthur, e o levou para a Suécia.

arthur-team

O Equador foi a sede do Campeonato Mundial de Corrida de Aventura (ARWC) de 2014. O evento esportivo reúne atletas do mundo inteiro apaixonados por esportes radicais e que desafia as condições físicas e mentais dos participantes em um percurso de cerca de 700 quilômetros.

Entre as atividades da prova estão mountain bike, caiaque, trilhas e cordas (rapel, escalada e tirolesa). A corrida dura até oito dias e atravessa os  diferentes mundos equatorianos: Costa, Andes e Amazônia.

E foi durante as provas que a equipe sueca Team Peak Performance, encontraram mais um fiel escudeiro que se juntou a aventura, Arthur. O cão acompanhou os suecos durante todo o final do percurso, que levou seis dias para ser concluído.

— Eu tinha acabado de abrir um pacote de comida quando vi um cão faminto. Dei uma almondega para ele, e não nos largamos mais — contou Mikael Lindord, o capitão da equipe, no perfil da equipe no Facebook.

Entre os obstáculos da corrida, além das longas caminhadas, havia rios e muita lama. E mesmo recebendo a ordem de não continuar, Arthur, que recebeu este nome dos novos amigos, não desistiu.

Em uma das partes mais críticas da prova – um percurso de 57 km pelo rio, os organizadores alertaram a equipe dizendo que seria perigoso levar Arthur.

Temendo por sua segurança, o grupo sueco tentou "se livrar" do cão, mas ele se recusou a ir embora. O time tentou partir sem Arthur, mas o cão pulou na água ao lado deles e começou a nadar.

Lindord, então, pegou o cachorro, colocou-o no caiaque junto com a equipe e o aqueceu com seu casaco.

Arthur acompanhou a equipe sueca até o fim, que mesmo chegando em 12º lugar, ganhou as manchetes mundiais e foram aclamados como os verdadeiros  vencedores do ARWC de 2014.

Depois da prova, todos os atletas receberam cuidados médicos, inclusive Arthur, que levado ao  veterinário para ser tratado, e obter o atestado e documentos que possibilitaram a que ele ganhasse um novo lar.  Lindord adotou o animal e o levou para a Suécia.

Além disso a equipe sueca criou uma organização para ajudar outros cachorros na mesma situação. A Fundação Arthur foi criada para ajudar os cães de rua e apoiar a uma proposta de lei que dão aos cães errantes direitos contra o abuso e a violência.

Esse ano durante a copa, outros 4 atletas também chamaram a atenção do mundo, e a história também teve um recomeço final. Na Jornada Épica Cão Reencontra Tutor Após 1.966 Km Caminhada da Caridade.

26 de nov de 2014
comments powered by Disqus

Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário